“A Galp é um ativo estratégico”, diz presidente do Conselho de Administração da Sonangol

  • ECO
  • 9 Março 2019

A Sonangol nomeou um administrador para estar mais perto da Galp. Isto porque, para o presidente da empresa angolana, "a Galp é um ativo estratégico".

O presidente do Conselho de Administração da Sonangol, classifica a Galp como um “ativo estratégico”. É com base nessa opinião que Carlos Saturnino justifica a nomeação de Carlos Pinto como administrador não executivo da petrolífera nacional.

“Assim como foi bom ter tido paciência e esperar pelo retorno dos resultados no BCP, sair da Galp seria um disparate de consequências irrecuperáveis”, começou por dizer um antigo dirigente da Sonangol, ao Expresso. Recorde-se que, assim como o BCP — onde a Sonangol tem 19,49% do capital — chegou a ser considerado dispensável por não fazer parte do negócio principal, também a Galp passou por essa situação, tal como referiu João Lourenço, em novembro.

Mas o cenário parece estar mais positivo para a petrolífera portuguesa. De acordo com o mesmo jornal, a entrada de Carlos Pinto na administração da Galp faz parte de um conjunto mais alargado de mudanças que pretende marcar uma nova vida na Galp com a chegada de novos administradores, reorientação estratégica, aposta nas novas energias e inovação e rejuvenescimento da equipa.

É Paula Amorim, presidente do Conselho de Administração, quem estará a liderar esse processo. O presidente da Sonangol justifica a escolha de Carlos Pinto com a “necessidade de um acompanhamento mais próximo por parte do nosso conselho de administração”.

Mas, em cima da mesa está ainda a permanência de Isabel dos Santos à frente da administração da Unitel. O presidente da Sonangol, ao acusar Isabel dos Santos de ter uma gestão “unilateral”, defende o seu afastamento da administração e uma nova estratégia “para defender os interesses de quem representa: o Estado”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“A Galp é um ativo estratégico”, diz presidente do Conselho de Administração da Sonangol

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião