Equifax com acordo de 700 milhões após ciberataque

  • ECO Seguros
  • 24 Julho 2019

A empresa de informações comerciais pagará 700 milhões e lidera o top 6 das penalizações nos Estados Unidos por falta de proteção de privacidade de dados pessoais à sua guarda.

A Equifax vai pagar 700 milhões de dólares por violação de privacidade dos dados à sua guarda, envolvendo três seguradoras – não identificadas – neste processo, revelou o Insurance Journal. Este valor de compensação resulta de um acordo judicial e destina-se a 149 milhões de consumidores a cujos dados um hacker acedeu durante mais de dois meses. Os beneficiários serão os próprios consumidores e os depositários da compensação são a US Federal Trade Comission, o Consumer Financial Protection Bureau e quase todos os Estados e territórios nos Estados Unidos.

O top 6 dos acordos estabelecidos nos Estados Unidos por violação de dados é:

  • Equifax: 575 milhões dólares. Pode aumentar 125 milhões, dependendo do número de queixosos.
  • Uber: Fez um acordo de 148 milhões de dólares com 50 estados americanos e com a capital federal por não ter divulgado um ataque, ocorrido em 2016, que atingiu as contas de 57 milhões de utilizadores.
  • Target: A retalhista pagou 18,5 milhões de dólares a 47 estados e à capital, District of Columbia, por, em 2013, hackers terem recolhido informação de 40 milhões de cartões de crédito e débito de clientes.
  • Anthem: O provedor de seguro de saúde, que é uma das maiores empresas de assistência médica com fins lucrativos nos Estados Unidos, fez um acordo de 16 milhões de dólares para pagar a departamentos estatais da área da saúde no sentido de compensar uma série de ciberataques de que foi vítima e que violaram informação de 79 milhões de pessoas.
  • Premera: A companhia de seguros de saúde acordou o pagamento de 10 milhões de dólares a 30 estados por não ter conseguido proteger dados de consumidores durante os anos de 2014 e 2015.
  • Nationwide Mutual: A seguradora acordou pagar 5,5 milhões de dólares a 33 estados devido a uma fuga de dados em 2012. Foi acusada de uma falha técnica ter permitido a perda de informação de mais de um milhão de consumidores.

Comentários ({{ total }})

Equifax com acordo de 700 milhões após ciberataque

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião