Direto “Quando faltam os comboios, não é o excedente orçamental que as pessoas vão apanhar”, diz Bruno Dias a Pedro Nuno Santos Acompanhe aqui o debate do OE2020

Costa chega ao debate na generalidade do primeiro Orçamento da legislatura já com os apoios suficientes para o ver passar. Apesar do excedente, foi à esquerda que o Governo colheu apoios.

Já passou. O Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), o primeiro da legislatura, começa esta quinta-feira a ser discutido no Parlamento, num debate que se prolonga até sexta e que no total terá mais de 635 minutos. O PS venceu as legislativas de outubro sem maioria, mas António Costa chega à Assembleia com os apoios suficientes para ver o documento viabilizado à esquerda mesmo com um excedente de 0,2%.

Os parceiros que deram a mão ao Governo foram os habituais, mas a fórmula foi diferente. BE, PCP, Verdes e também PAN vão abster-se na hora da votar esta sexta-feira. As negociações vão continuar durante a especialidade, mas os bloquistas já anunciaram conquistas: reforços na saúde e nas pensões.

Acompanhe aqui o debate.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Quando faltam os comboios, não é o excedente orçamental que as pessoas vão apanhar”, diz Bruno Dias a Pedro Nuno Santos Acompanhe aqui o debate do OE2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião