Norte supera os 10 mil casos de Covid-19. Tem 6 em cada 10 do país

Portugal tem agora 17.448 casos confirmados de Covid-19, sendo que o Norte lidera destacado. Superou a fasquia dos 10 mil, com o Porto a aproximar-se do milhares de pessoas infetadas.

O Norte continua a ser onde se localiza a grande maioria das infeções identificadas em Portugal. Esta região ultrapassou já a barreira dos 10 mil casos, tendo registado 318 novos casos nas últimas 24 horas, no que foi um aumento de 3,1%, de acordo com os dados mais recentes da Direção-Geral de Saúde.

Quase 6 em cada 10 casos confirmados são no Norte. Os óbitos também são mais elevados nesta região, totalizando os 321. Quando se olha para os concelhos, o Porto é também onde há mais casos, 959 no total, depois de uma subida de 4,1%. Vila Nova de Gaia e Matosinhos estão também entre os concelhos com mais casos, sendo que só estes três já contabilizam cerca de 15% do total.

Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, região que concentra 22,8% do total de casos. O número de casos identificados aumentou 2,5% para um total de 3.994, e os óbitos aumentaram para 102, ultrapassando uma centena. O concelho de Lisboa é também o segundo com mais casos, contando agora com 946 casos.

O Centro é a terceira região do país com mais casos, contabilizando agora quase 15% do total. Apesar de ter menos casos confirmados que Lisboa e Vale do Tejo, o número de mortos é mais elevado, situando-se nos 131. Já no Algarve apenas se registaram cinco novos casos confirmados, com os óbitos, nove, inalterados.

Mas foi no Alentejo, onde o vírus demorou mais a chegar, que se viu o maior aumento nas últimas 24 horas, de 10,7%. Foram identificados mais 15 casos, elevando o total para 155. Esta região continua sem mortes registadas, tal como a Madeira, que não teve nenhum novo caso confirmado. Nos Açores encontraram-se seis novos infetados, chegando aos 100 casos.

Doentes internados em unidades de cuidados intensivos aumentam 15,9%

O número de doentes com Covid-19 internados em Unidades de Cuidados Intensivos aumentou 15,9%, totalizando os 218, de acordo com os dados mais recentes da Direção-Geral de Saúde. O total de casos internados registou também uma subida, de 3,3%, nas últimas 24 horas.

O total de casos confirmados em Portugal é agora de 17.448, depois de uma subida de 3,04%. No boletim desta terça-feira foi também possível verificar que os casos recuperados aumentaram 25%, totalizando agora os 347. Isto significa que cerca de 2% de todos os casos identificados em Portugal já recuperaram.

Por outro lado, o número de óbitos aumentou 5,9% para 567 nas últimas 24 horas, tendo sido registadas 32 mortes. Todos os óbitos de doentes com Covid-19 até agora foram pessoas com mais de 40 anos. Quase dois terços do total das mortes dizem respeito a doentes acima dos 80 anos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Norte supera os 10 mil casos de Covid-19. Tem 6 em cada 10 do país

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião