UE condiciona pacote de ajuda ao Green Deal e ao desenvolvimento da rede 5G

  • Servimedia
  • 15 Junho 2020

O plano de recuperação da EU deverá concentrar-se no desenvolvimento do Acordo Verde Europeu e na promoção da digitalização em massa através da rede 5G.

O plano Next Generation da UE, que disponibilizará aos Estados-membros 750 mil milhões de euros, tem como objetivo mudar o panorama da economia europeia no sentido de um futuro “sustentável e digital“.

A intenção da Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, é que o investimento se concentre no desenvolvimento do Acordo Verde Europeu, conhecido como European Green Deal, e na promoção da digitalização em massa através das oportunidades geradas pela rede 5G.

Para a Presidente da Comissão, “o plano de recuperação transforma o enorme desafio que enfrentamos numa oportunidade, não só apoiando a recuperação, mas também investindo no nosso futuro: o Acordo Verde Europeu e a digitalização darão um impulso ao emprego e ao crescimento”. Para receber estes fundos, a UE exige “um compromisso claro dos Estados-membros no sentido de aplicarem políticas económicas sólidas e um programa de reformas ambicioso”.

Na recente apresentação deste plano, a Comissão salientou que “o futuro da Europa reside no investimento em setores e tecnologias-chave, desde o 5G à inteligência artificial, ao hidrogénio limpo e às energias marinhas renováveis“.

Por conseguinte, quem quiser beneficiar do fundo terá de utilizar a sua ajuda nas políticas estratégicas comuns já definidas pela Comissão Europeia, especialmente no desenvolvimento do acesso a muitas destas tecnologias: a extensão da rede 5G. De facto, a Vice-Presidente Executiva da Comissão Europeia, Margrethe Vestager, instou os Estados-membros a “limitar o mais possível” qualquer atraso nas suas atribuições no espetro do desenvolvimento desta rede.

O estudo “Identificação e quantificação dos principais dados socioeconómicos para apoiar o planeamento estratégico da introdução do 5G na Europa”, realizado pela própria Comissão Europeia, estima que, em diferentes setores afetados pelo desenvolvimento da rede 5G, haveria benefícios de mais de 100 mil milhões de euros por ano e a criação significativa de emprego.

Além disso, considera que, nos setores automóvel, da saúde, dos transportes e dos serviços públicos em Espanha, seriam obtidos benefícios indiretos de 14.600 milhões de euros e uma importante criação de empregos qualificados.

Os setores que terão acesso a oportunidades de melhoria imediata com o 5G são a produção inteligente (graças à comunicação M2M), os cuidados médicos e a investigação, a gestão inteligente e sustentável das redes energéticas, a logística, a mobilidade sustentável tanto pública como privada, a divulgação e educação, e os serviços de lazer e entretenimento baseados em 4K e até 8K de qualidade.

O Acordo Verde Europeu que se quer agora impulsionar com este ambicioso investimento estabelece um roteiro com ações para impulsionar a utilização eficiente dos recursos através da transição para uma economia limpa e circular, a fim de restaurar a biodiversidade e reduzir a poluição. O Acordo visa tornar a UE neutra do ponto de vista climático até 2050. Para o efeito, a Comissão elaborará uma lei climática europeia para permitir aos Estados-membros enfrentar os desafios que se colocam.

Para atingir este objetivo, a Comissão propõe investir em tecnologias que respeitem o ambiente; apoiar a inovação na indústria; implementar sistemas de transportes públicos e privados mais limpos, mais baratos e mais saudáveis; descarbonizar o setor energético; assegurar que os edifícios sejam mais eficientes; e trabalhar com parceiros internacionais para melhorar as normas ambientais globais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

UE condiciona pacote de ajuda ao Green Deal e ao desenvolvimento da rede 5G

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião