Apple, Alphabet, Amazon, Microsoft, Samsung e Huawei. As empresas mais inovadoras de 2020

  • Servimedia
  • 25 Junho 2020

No ranking deste ano do Boston Consulting Group, Apple lidera e Huwaei ganha na maior escalada. Sobe 42 lugares.

O novo ranking “As empresas mais inovadoras de 2020”, realizado pelo Boston Consulting Group, que já vai na 14ª edição, destaca as empresas que mais investem em Investigação & Desenvolvimento (I&D). Huawei escala 42 lugares e torna-se assim a empresa que mais subiu, alcançando o 6º lugar.

O ranking é liderado pela Apple, Alphabet, Amazon, Microsoft, Samsung e Huawei. Segue-se depois a Alibaba, IBM, Sony e Facebook, que completam, assim, o Top10 das empresas mais inovadoras.

Os autores observam que quando iniciaram a pesquisa para a 14ª edição do ranking, as consequências sanitárias, económicas e sociais do Covid-19 ainda eram desconhecidas. Contudo, ao explorarem os dados, “tornou-se claro que as conclusões centrais deste ano sobre os benefícios da inovação podem ser ainda mais relevantes hoje em dia, uma vez que os líderes devem adaptar-se à mudança dos padrões de oferta, procura, comportamento dos consumidores e formas de fazer negócio”.

A inovação é uma das três principais prioridades de gestão para quase dois terços das empresas. Este é o nível mais baixo desde a crise financeira em 2009 e 2010, refletindo as perspetivas económicas incertas e tensões geopolíticas antes do surto da pandemia.

Para as empresas “inovadoras mais empenhadas” (45% do total), a inovação é uma prioridade, e apoiam o seu compromisso com um investimento significativo. As “inovadoras céticas” (30% do total) não veem a inovação como uma prioridade estratégica ou um objetivo de financiamento importante. E as “inovadoras confusas” (25% do total) estão no meio, com um desencontro entre a importância estratégica da inovação e o seu nível de financiamento. A maior proporção de empresas inovadoras empenhadas encontra-se nos setores financeiro e farmacêutico (ambos 56%), e a mais baixa nos produtos industriais (37%) e nos setores grossista e retalhista (32%).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Apple, Alphabet, Amazon, Microsoft, Samsung e Huawei. As empresas mais inovadoras de 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião