Berardo instala museu em Estremoz financiado com fundos europeus

  • ECO
  • 11 Julho 2020

O Museu Berardo Estremoz vai ser inaugurado a 25 de julho no Palácio dos Henriques e é dedicado ao azulejo, contado com um financiamento comunitário de 2,59 milhões de euros.

José Berardo vai inaugurar um novo museu a 25 de julho dedicado ao azulejo e financiado na sua maioria com fundos europeus. O museu localiza-se em Estremoz e resulta de uma parceria assinada com a Câmara Municipal local em 2016, noticia o Expresso (acesso pago).

O projeto tem um valor elegível de 3,45 milhões de euros, tendo um cofinanciamento europeu de 75%, ou quase 2,59 milhões de euros. Os restantes 25% são suportados por recursos da associação de Berardo, que cede espaço e peças à autarquia.

O Museu Berardo Estremoz nasce ao abrigo de um protocolo com a duração de cinco anos e renovável, através do qual a autarquia se compromete a gerir o museu, cujo proprietário é a Associação de Coleções de Berardo. O museu será instalado no Palácio dos Henriques, situado no centro de Estremoz, e deverá expor azulejos do século XIII ao século XXI.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Berardo instala museu em Estremoz financiado com fundos europeus

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião