66% dos portugueses veem mais austeridade no horizonte

  • ECO
  • 20 Julho 2020

Inquérito do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade Católica, concluiu que 66% dos inquiridos acreditam que haverá mais austeridade nos próximos dois anos.

66% dos portugueses acredita que haverá mais austeridade nos próximos dois anos, segundo um inquérito do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade Católica, realizado para o Público (acesso condicionado) e RTP.

A maioria dos inquiridos vê também um país “mais pobre, com maior desigualdade social, com mais austeridade e menos emprego” — mais concretamente, 71% acreditam que haverá menos emprego e 67% veem uma economia pior. Este pessimismo acontece em plena pandemia, numa altura em que continua a não haver vacina para travar a proliferação da Covid-19 e mesmo com as várias garantias do Governo de que não será necessário mais austeridade para fazer face à crise.

No que respeita ao emprego o cenário é menos pessimista. A grande maioria dos inquiridos (55%) não vê um risco imediato de ficar sem trabalho nos próximos seis meses, enquanto 13% acreditam ser algo provável ou muito provável.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

66% dos portugueses veem mais austeridade no horizonte

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião