Espanholas Esteve e Uquifa envolvidas na produção do único medicamento aprovado para o tratamento do Covid-19

  • Servimedia
  • 27 Julho 2020

As duas empresas espanholas fazem parte do plano de expansão da produção do fármaco que poderá contribuir para o controlo da pandemia: Remdesivir.

A Gilead Sciences escolheu duas empresas espanholas, Esteve e Uquifa, para participar na produção do Remdesivir. Esta decisão faz parte do plano de expansão da produção do medicamento que a empresa está a desenvolver e demonstra o papel relevante que Espanha tem tanto na investigação como na produção de fármacos.

O aumento da capacidade de produção tem sido uma das prioridades da empresa desde que o Remdesivir foi identificado como um medicamento que poderia ajudar a controlar a pandemia do coronavírus.

No início do ano, apenas 5.000 doses estavam disponíveis, uma vez que se tratava de um medicamento de investigação. Desde então, a Gilead tem realizado “todos os esforços” para investigar a eficácia e segurança deste medicamento, aumentando ao mesmo tempo a sua produção em risco.

A Gilead conseguiu reduzir para metade o tempo de fabrico do Remdesivir, de 12 meses para apenas 6 meses, e multiplicou a produção por 40, o que disponibilizará mais de 2 milhões de tratamentos até ao final deste ano. Isto é especialmente importante tendo em conta que o processo de produção do Remdesivir é complexo.

Para alcançar todos estes avanços, a Gilead investiu mais de mil milhões de dólares em todo o processo de desenvolvimento de medicamentos, o que inclui tanto a investigação clínica como melhorias na produção.

Uma doação sem precedentes

Em abril passado, a Gilead anunciou a doação de toda a sua produção até junho, ou seja, de 1,5 milhões de frascos, o equivalente a 240.000 tratamentos. Tendo em conta o preço do tratamento anunciado pela empresa, esta doação seria equivalente a 585 milhões de dólares.

O Remdesivir está atualmente disponível em Espanha através da Agência Espanhola de Medicamentos como um medicamento de estatuto especial.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Espanholas Esteve e Uquifa envolvidas na produção do único medicamento aprovado para o tratamento do Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião