Covid-19 promove crescimento de fundos ESG com critérios sociais e sustentáveis

  • Servimedia
  • 12 Agosto 2020

O investimento com critérios ambientais, sociais e de governação (sigla ESG, em inglês) está a ser impulsionado na sequência dos planos de reconstrução dos governos europeus.

A pandemia da Covid-19 está a impulsionar o investimento com critérios ambientais, sociais e de governação (sigla ESG, em inglês). Esta filosofia está a acelerar na sequência dos planos de reconstrução dos governos europeus e a avançar para um compromisso com a sociedade por parte dos investidores após a eclosão da crise.

A sociedade gestora de fundos de investimento mobiliário Santander Asset Management lançou no final de julho um novo veículo de investimento sustentável, Santander Sustainable RF 1-3, que conta com um capital inicial de mais de 1.350 milhões de euros após a fusão de um máximo de oito produtos.

A sociedade gestora do Banco Santander investirá em obrigações sustentáveis, verdes ou sociais na zona euro, com a possibilidade de ter até 15% da sua carteira em títulos de renda fixa de alto retorno e 10% em mercados emergentes.

Este mega-fundo significa que a gama de produtos ESG da sociedade gestora foi alargada nos últimos meses, contando agora com 10 fundos ISR (investimento socialmente responsável): sete em Espanha e um em Portugal, Brasil e México.

Uma das primeiras entidades em Espanha a apostar neste tipo de investimento foi o Andbank Espanha, que lançou o fundo Sigma Global Sustainable (GSI) há um ano e meio. Este fundo investe em empresas líderes no seu setor em termos de boa governação empresarial e práticas sustentáveis, para além do “investimento de impacto”, que investe em empresas cujas atividades têm um impacto ambiental ou social positivo.

Após os piores meses da pandemia, também o Cassa Depositi e Prestite (CDP), o banco de desenvolvimento do Governo italiano, emitiu um título social. Trata-se de uma emissão para 2023, que visa apoiar as PME e entidades locais, mas também financiar a construção de hospitais, equipamento médico e tecnologia. Além disso, reforçou a sua carteira com um fundo de rendimento fixo com uma estratégia de impacto no carbono. O objetivo é ultrapassar o desempenho do fundo francês durante o mesmo período, mas gerando uma pegada de carbono pelo menos 50% inferior.

Francisco García Paramés, um dos mais reconhecidos gestores de fundos, também lançou recentemente a gestora especializada Global Social Impact, GSI, e juntou-se à Mapfre para lançar o primeiro fundo de investimento, o Global Social Impact Fund (GSIF). Este será focado inicialmente em modelos de negócio consolidados na África Subsaariana e estender-se-á potencialmente à América Latina.

Finalmente, a Unicaja juntou-se também a esta tendência de investimento responsável e emitiu um fundo através do seu gestor Unigest: o Unifond Sostenible Mixto Renta, que é uma modificação de um dos fundos mistos da Unigest, que, embora mantendo a sua categoria de ações mistas, procura um compromisso ético e responsável nos seus investimentos. Assim, tornou-se o primeiro título da gestora com uma etiqueta de ISR e investirá entre 30% a 75% da exposição total em renda variável.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Covid-19 promove crescimento de fundos ESG com critérios sociais e sustentáveis

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião