Pedro Pinto desiste de candidatura a líder parlamentar do PSD

  • Lusa
  • 14 Setembro 2020

PSD elege novo líder parlamentar a 17 de setembro. Pedro Pinto desistiu da candidatura ao cargo, argumentando que "há caminhos que não se fazem sozinho".

O deputado e antigo vice-presidente do PSD Pedro Pinto anunciou esta segunda-feira que desistiu de apresentar uma candidatura à liderança do grupo parlamentar, dizendo que “há caminhos que não se fazem sozinho”.

Num texto enviado a todos os deputados do PSD e a que a Lusa teve acesso, Pedro Pinto diz que, após ter anunciado na semana passada a intenção de disputar com Adão Silva a sucessão de Rui Rio na liderança da bancada, percebeu que a vontade de mudança que sente “colide com o receio que todas as mudanças transportam e com o conforto do conhecido, vencendo assim a audácia de alguns, conduzindo à imobilização de todos”.

“A minha certeza da necessidade de mudança, que sei que é partilhada por muitos de vós, mantém-se e não esmorecerá em momento algum (…) Mas há caminhos que não se fazem sozinho. Por isso, decidi não apresentar a minha candidatura a presidente do Grupo Parlamentar”, afirma.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pedro Pinto desiste de candidatura a líder parlamentar do PSD

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião