BRANDS' ECO Gebalis, o futuro começa agora

  • ECO + Gebalis
  • 13 Novembro 2020

O futuro da GEBALIS já está em construção. São 25 anos de pensamento futuro onde as lições do passado e as céleres respostas ao presente vão construindo uma base sólida para o sucesso.

Gerir aquele que é o bem maior na vida das famílias, a sua casa, coloca à GEBALIS um elevado grau de responsabilidade e de comprometimento com os princípios de eficácia e eficiência na prestação de um serviço público de qualidade.

Pelo objeto da gestão da empresa ter tamanha relevância, nas comunidades e na cidade, as decisões tomadas e medidas implementadas invariavelmente perduram no tempo. É por isso que o futuro da GEBALIS já está em construção. São 25 anos de pensamento futuro onde as lições do passado e as céleres respostas ao presente vão construindo uma base sólida para o sucesso da intervenção da empresa na cidade de Lisboa.

A visão do futuro assenta na relação próxima aos residentes, ingrediente-chave dos programas de cogovernação e do desenvolvimento sustentável dos 66 bairros geridos pela empresa. Esta partilha de responsabilidades criará as fundações para as novas abordagens urbanas que se avizinham, onde os residentes são vozes ativas nas suas comunidades e onde a participação cívica é decisiva na construção de territórios mais equitativos, justos e solidários.

Este investimento social a par e passo com a forte aposta na requalificação do património e manutenção da recentemente construída, habitação de nova geração, deixa antever no horizonte ou um património público cuja qualidade pode ombrear com a do mercado privado.

O futuro passa por um grande esforço de reabilitação, prosseguindo com o modelo adotado pelo Programa “Aqui há Mais Bairro”, dedicado à eficiência energética dos edifícios através da aplicação de materiais e técnicas inovadoras e sustentáveis ambiental e financeiramente. Condição essencial para uma sólida intervenção na mitigação da pobreza energética.

Passa também por saber acompanhar as transformações demográficas da população residente, nomeadamente o envelhecimento. Reabilitar casas que contemplem alterações essenciais como a remoção de elementos construtivos que se afigurem como obstáculos, a remodelação das instalações sanitárias e adequação do tipo de piso a utilizadores com mobilidade reduzida, será no futuro não uma exceção, mas uma regra.

O Programa LIFE – casas para uso universal, sendo já uma referência nacional e internacional no que diz respeito à reabilitação de casas para portadores de deficiência, contemplará já em 2021, soluções de reabilitação que contemplem aspetos relevantes no âmbito de handicaps relacionados com o envelhecimento. A GEBALIS estará certamente a testar novas abordagens, um caminho que bem conhece.

Do ponto de vista estratégico, a admissão na Housing Europe, Federação Europeia de Habitação Pública – uma rede de 44 federações nacionais e regionais que reúne cerca de 43.000 providers de habitação pública, social e cooperativa de 23 países, abrangendo 26 milhões de habitações – permitirá à GEBALIS e ao Município ter uma voz mais forte tanto a nível da UE como a nível nacional. Mantendo-se atualizada dos desenvolvimentos importantes das políticas europeias nos domínios da Energia, Regulamento Financeiro e Assuntos Urbanos, tendo acesso a evidências de apoio ao desenvolvimento da intervenção a nível local e nacional, partilhando metodologias de trabalho já testadas no terreno com resultados comprovadamente positivos, integrando projetos europeus, sendo uma voz ativa e representativa de Portugal.

A transformação destas ambições em concretizações contará com o ativo mais importante da GEBALIS, os seus trabalhadores. Também internamente o futuro já começou a ser escrito quando a empresa apostou numa política de conciliação certificada em 2019 – Sistema de Gestão da Conciliação entre a vida profissional, familiar e pessoal.

Por certo que o futuro também trará desafios e alguns obstáculos, mas é com a mesma resiliência dos últimos 25 anos que a eles a empresa saberá responder.

É assim que todos os dias a GEBALIS cresce. Convicta da sua importância no crescimento da cidade, consciente dos impactos das suas decisões e ambiciosa na procura de novas formas de gerir o arrendamento público, acreditando que este grande trabalho por Lisboa fez, faz e fará a diferença na vida de 65 000 pessoas e de toda a cidade.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Gebalis, o futuro começa agora

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião