Bolsa de Turismo de Lisboa adiada para 12 a 16 de maio

  • Lusa
  • 21 Janeiro 2021

No ano passado, no início da pandemia, a organização da BTL já tinha adiado o evento para 3-7 de março de 2021.

A BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa foi adiada novamente dada a conjuntura, estando agora prevista a sua realização entre 12 e 16 de maio, segundo uma publicação da organização no Facebook.

Já em maio do ano passado, dada a pandemia da covid-19, foi anunciado que o evento teria lugar entre 03 e 07 de março deste ano.

“Quando planeamos viajar, a segurança é um dos critérios. A segurança é também um dos critérios para a realização da BTL, por isso adiámos a realização do maior evento de turismo em Portugal para maio de 2021”, lê-se na mesma publicação. A Lusa contactou a BTL para saber se o evento será presencial ou virtual e aguarda resposta.

Em 08 de maio de 2020, a Fundação AIP, após ter auscultado “diferentes parceiros e entidades publicas e privadas do setor do Turismo”, tinha concluído que, face ao cenário evolutivo da pandemia, continuavam “a não estar reunidas as condições para poder assegurar a realização da BTL 2020, tendo na altura decidido que o evento teria “lugar apenas em 2021, entre os dias 03 e 07 de março.

Com esta nova data, a Fundação AIP queria assegurar as “melhores condições para o restabelecimento das dinâmicas geradas pelo maior evento do setor do Turismo em Portugal”, bem como a presença de participantes internacionais.

A BTL estava originalmente agendada para os dias 11 a 15 de março de 2020, mas foi adiada para os dias 27 a 31 de maio, após as entidades públicas de turismo e várias associações do setor terem cancelado a sua participação no evento. Acabou depois por ser cancelada.

 

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Turismo de Lisboa adiada para 12 a 16 de maio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião