Mais de 10 mil empresas já pediram apoio do Estado para pagar a renda

Em seis dias, foram maia de 10 mil as empresas que solicitaram ao Governo apoio para pagar a renda, adiantou o ministro da Economia.

O Governo abriu as candidaturas aos apoios às rendas comerciais na passada quinta-feira e, em seis dias, houve mais de 10 mil empresas a candidatarem-se, adiantou esta quarta-feira o ministro da Economia.

Desde as 16h30 da passada quinta-feira foram recebidos 10.250 pedidos de apoio às rendas comerciais, disse Pedro Siza Vieira no Parlamento, corrigindo, assim, as 5.000 candidaturas que referiu no início da audição. Desconhece-se a que montante total de apoios este número corresponde. Recorde-se que o ministro da Economia anunciou 300 milhões de euros em dezembro, mas a iniciativa arrancou com apenas metade desse valor.

Um dia depois de terem aberto as candidaturas, fonte oficial do Ministério da Economia adiantou ao ECO que tinham sido recebidas cerca de 3.000 candidaturas, equivalentes a um apoio solicitado de aproximadamente 8,6 milhões de euros.

Para receberem estes apoios, as empresas têm de apresentar uma quebra de faturação de, no mínimo, 25%. O valor a receber vai depender da renda que o estabelecimento tem contratada e da perda de faturação. Assim, quando há uma quebra entre 25% a 40% da faturação, o Estado suporta 30% da renda, até um máximo de 1.200 euros por mês. Se a quebra de faturação for superior a 40%, o Estado suporta 50% da renda até 2.000 euros mensais.

Os apoios cobrem seis rendas mas, apesar destes limites mensais definidos, há ainda limites no valor total do apoio a receber. Um estabelecimento não pode receber mais de 12.000 euros em apoios (perda superior a 40%), enquanto uma empresa (que pode ter vários estabelecimentos), não pode receber mais de 40.000 euros.

O ECO preparou um descodificador com oito pontos sobre funcionamento do programa. E neste artigo pode responder a 30 dúvidas sobre o Apoiar Rendas.

(Notícia atualizada às 12h05 com atualização do número de candidaturas)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mais de 10 mil empresas já pediram apoio do Estado para pagar a renda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião