EDP reforça na EDP Renováveis com conclusão de aumento de capital de 1.500 milhões

  • Lusa
  • 16 Abril 2021

Com a conclusão do aumento de capital, o grupo EDP aumenta a sua participação qualificada na EDP Renováveis, de 72,44% para 74,98% do respetivo capital social e direitos de voto.

A EDP Renováveis (EDPR) concluiu “com sucesso” um aumento de capital de 1.500 milhões de euros, operação que levou a que a sua principal acionista, o grupo EDP, reforçasse participação na empresa, segundo dois comunicados ao mercado.

Nos documentos, publicados pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa “informa que, nos termos da deliberação favorável da assembleia-geral de acionistas da EDPR realizada a 12 de abril de 2021, concluiu com sucesso um aumento de capital de 1.500.250.000 euros através da emissão de 88.250.000 novas ações ao preço de subscrição de 17,00 euros por ação”.

“As Novas Ações foram totalmente subscritas pelo Citigroup Global Markets Europe AG e pela Morgan Stanley Europe SE que subsequentemente devolveram à EDP as Novas Ações, nos termos do Contrato de Empréstimo de Ações celebrado entre a EDP e os Bancos em 3 de março de 2021 para facilitar a conclusão do ‘accelerated bookbuilding’ de 88.250.000 ações da EDPR, como anteriormente divulgado ao mercado em 2 de março de 2021 e 3 de março de 2021”, segundo o comunicado.

Na sequência desta operação, lê-se em outra nota, o grupo EDP notificou a EDPR que “em 16 de abril de 2021, aumentou, numa base totalmente diluída, a sua participação qualificada na EDPR, de 72,44% do respetivo capital social e direitos de voto, para 74,98% do respetivo capital social e direitos de voto”.

“Deste modo, a EDP recebe de volta as ações emprestadas dos bancos, que representam agora (numa base totalmente diluída) aproximadamente 9,19% do capital social e dos direitos de voto da EDPR, na sequência do aumento de capital social da EDPR aprovado na Assembleia Geral de Acionistas da EDPR a 12 de abril de 2021”, de acordo com o grupo.

“As Novas Ações foram admitidas à negociação no mercado regulamentado da Euronext Lisbon a 16 de abril de 2021 [hoje]”, disse a empresa, recordando que o aumento de capital serve “para financiar parcialmente o plano de capex [investimento] da EDPR de c.19 mil milhões de euros para a instalação de c.20 GW [gigawatts] de capacidade de energia renovável até 2025”, lê-se na mesma nota.

Num terceiro comunicado, a EDPR indicou ainda que em assembleia-geral anual da EDP Renováveis S.A., os acionistas da empresa “aprovaram a proposta do Conselho de Administração relativa à distribuição de um dividendo bruto de 69.784.652,96 euros e de uma distribuição complementar de 7.060.000,00 euros, num total de 76.844.652,96 euros que se traduz num dividendo bruto equivalente a 0,08 euros por ação”, montantes disponíveis para pagamento a partir do dia 12 de maio de 2021.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP reforça na EDP Renováveis com conclusão de aumento de capital de 1.500 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião