Leya e Kobo lançam “maior plataforma portuguesa” de eBooks e audiolivros

  • Lusa
  • 23 Abril 2021

Na plataforma vão estar disponíveis mais de 8.000 eBooks e mais de 700 conteúdos áudio em português.

O grupo editorial Leya lançou esta sexta-feira, Dia Mundial do Livro, uma plataforma de eBooks e audiolivros, em parceria com a Kobo Plus, que disponibiliza milhares de conteúdos através de uma subscrição mensal, com 30 dias gratuitos.

Segundo a Leya, trata-se da “maior plataforma portuguesa de ‘streaming’ de eBooks e audiolivros”, conseguida graças a uma parceria com a Rakuten Kobo, empresa canadiana líder mundial de venda e publicação de eBooks e audiolivros.

Além das várias chancelas da Leya, estão disponíveis na plataforma conteúdos de outras editoras e instituições nacionais, num total de mais de 8.000 eBooks e mais de 700 conteúdos áudio (desde audiolivros a podcasts, com novidades acrescentadas todos os meses), só em português.

Além disso, a plataforma disponibiliza mais de 599 mil eBooks e 94 mil audiolivros em inglês, espanhol, francês, português do Brasil e diversas outras línguas.

No âmbito dos eBooks em português, é possível encontrar alguns dos grandes escritores portugueses e mundiais de todos os tempos, de Gil Vicente a Miguel Torga, de Goethe ou Dostoievksy a William Faulkner.

Entre as obras de autores de língua portuguesa contemporâneos, encontram-se títulos como “Memória de Elefante”, de António Lobo Antunes, “Os Memoráveis”, de Lídia Jorge, e “Jesusalém”, de Mia Couto, bem como livros de Mário Cláudio, Germano Almeida, Pepetela, Patrícia Reis, Ondjaki, Afonso Reis Cabral, João Pinto Coelho, Rodrigo Guedes de Carvalho e Cristina Norton, entre outros.

A poesia está também presente na plataforma, através de obras de autores como Maria Teresa Horta, Manuel Alegre, Nuno Júdice e António Carlos Cortez.

No que respeita à ficção traduzida, a Leya destaca o clássico “Duna”, de Frank Herbert, as obras completas de Elena Ferrante, Virginia Woolf e Fiodor Dostoievski, de Arturo Pérez-Reverte a Salman Rushdie, passando por Chimamanda Ngozi Adichie, Zadie Smith, Philip Roth, Haruki Murakami, Amos Oz, David Grossman ou Paul Auster.

Autores românticos populares, como Nicholas Sparks e Julia Quinn, também estão disponíveis, assim como famosos livros policiais e de espionagem, de autores como Agatha Christie, Camilla Läckberg, Jo Nesbo ou John Le Carré.

A não ficção (de autores como Adolfo Mesquita Nunes, José Milhazes, Daniel Sampaio e Henrique Sá Pessoa, por exemplo) e os livros infantojuvenis (Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada, António Torrado, Ana Saldanha e Enid Blyton, entre outros) também estão neste catálogo de eBooks.

No entanto, a grande novidade desta plataforma é o “acesso a um vastíssimo conjunto de audiolivros”, que inclui grandes clássicos como “Amor de Perdição”, de Camilo, e “Os Maias”, de Eça, e, ainda, os livros infantis de Alice Vieira, destaca o grupo editorial.

“Entre os conteúdos áudio disponíveis têm especial importância, pelas suas características didáticas, as súmulas de alguns dos mais importantes clássicos da literatura portuguesa e, ainda, os resumos de algumas das mais populares obras de não-ficção disponíveis em Portugal. Para uma melhor compreensão e contextualização destes livros, a tarefa de gravar os resumos foi atribuída a uma equipa formada por Joana Stichini Vilela, Patrícia Barnabé, Dulce Garcia e Paulo Farinha, profissionais com vasta experiência na área da comunicação social”, acrescenta.

O catálogo de áudios inclui, igualmente, gravações de mais de 40 encontros e debates realizados entre 2015 e 2017 no Festival Internacional de Cultura, em Cascais, nos quais participaram personalidades da cultura mundial como David Grossman, Caetano Veloso, Arturo Pérez-Reverte, Arundhati Roy e Paul Auster, bem como centenas de reportagens áudio, podcasts (como os da Bruá, do jornal Público, da Eleven Sports, ou do literário Ponto Final, Parágrafo) e conteúdos áudio da RTP.

A leitura ou audição de livros e demais conteúdos é feita em ‘streaming’, em todos os dispositivos de uso regular, como o computador, o smartphone, ou o tablet, recorrendo a aplicação própria.

A leitura pode também ser feita nos dispositivos (ereaders) de leitura de eBooks, como os da Kobo. O acesso à plataforma pode ser feito através da livraria www.LeYaOnline.com ou do site Kobo.com.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Leya e Kobo lançam “maior plataforma portuguesa” de eBooks e audiolivros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião