Bolsa de Turismo de Lisboa adiada para março de 2022

  • Lusa
  • 11 Maio 2021

O evento irá realizar-se entre 16 e 20 de março de 2022 na FIL, em Lisboa.

A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), agendada para entre quarta-feira e domingo, foi adiada para março de 2022, face às restrições impostas pela pandemia, disse hoje a organização, que vai avançar com um evento dedicado ao mercado nacional.

“A Fundação AIP, enquanto entidade organizadora, através da LISBOA- Feiras Congressos e Eventos, da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, vem comunicar a todos os seus expositores, parceiros, visitantes e media que, atento o estado da situação pandémica da covid-19 a nível mundial, que determina ainda fortes restrições na capacidade de mobilidade internacional, o que condicionaria fortemente a presença dos visitantes profissionais e expositores internacionais, que são considerados um dos pilares estruturais para o sucesso da BTL, entendeu, depois de ouvir o Turismo de Portugal, as Entidades Regionais de Turismo e as Estruturas Associativas do Setor, adiar a BTL 2021, que estava prevista realizar-se de 12 a 16 de maio”, lê-se no comunicado enviado pela organização à Lusa, após ter sido questionada sobre o evento.

Neste sentido, o evento irá realizar-se entre 16 e 20 de março de 2022 na FIL, em Lisboa, data que salvaguarda “as melhores condições para o restabelecimento de todas as dinâmicas geradas pela BTL”.

A organização disse ainda estar confiante de que, em conjunto com os visitantes, expositores e parceiros, será possível realizar uma edição “ainda mais decisiva” para a dinamização e promoção do setor do turismo.

No mesmo documento, a fundação AIP adiantou que, face à “evolução favorável” da situação pandémica em Portugal, decidiu organizar um evento, especialmente, dedicado à oferta turística do mercado nacional.

A Bolsa de Viagens ‘powered by BTL’ terá assim lugar na FIL entre 04 e 06 de junho.

“O Turismo é, indiscutivelmente, um dos setores mais afetados pela pandemia, e este evento assume-se como fundamental para fomentar Portugal enquanto o destino para se viajar em 2021, incentivando o ‘fazer férias cá dentro’ e, dessa forma, ajudar a relançar as regiões do país, e os negócios das empresas regionais do setor turístico, possibilitando a venda direta dos seus produtos e serviços”, apontou a organização.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Turismo de Lisboa adiada para março de 2022

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião