É improvável que algum país alcance imunidade de grupo em breve, alerta a OMS

  • ECO
  • 25 Maio 2021

OMS diz ser necessário 80% da população imunizada para controlar a transmissão da Covid-19, o que não deverá acontecer em breve, nem nos países que foram gravemente afetados pela pandemia.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera altamente improvável que qualquer país ou comunidade alcance, brevemente, um nível de imunidade de grupo suficiente para controlar a transmissão da Covid-19, nem mesmo aqueles países que sofreram graves surtos e onde o SARS-CoV-2 circulou intensamente, noticia a Efe.

“Estudos indicam que é preciso mais de 80% da comunidade ser imunizada para interromper a transmissão, mas os dados sorológicos mundiais revelam que nenhum país adquiriu esse nível de imunidade natural”, disse o diretor de emergências de saúde da OMS, Mike Ryan, na reunião anual da entidade.

O verão, mais precisamente o mês de julho, tem sido apontado pelos Estados Unidos e pela União Europeia como o marco da imunidade – com 70% das pessoas vacinadas. 4 de julho e 14 de julho foram as datas apontadas pelos líderes para cada território. No entanto, a OMS avisa que será pouco provável.

Já no início de maio, cientistas norte-americanos avisaram que seria pouco provável que os Estados Unidos alcançassem a imunidade de grupo e que o vírus seria controlado, mas que ficaria sempre entre nós. “É pouco provável que o vírus vá embora, mas queremos fazer todos os possíveis para que o vírus se torne numa infeção ligeira”, afirmou Rustom Antia, especialista em biologia evolucionária, em entrevista ao The New York Times.

Entretanto, com as mutações a que o vírus já esteve sujeito, também as autoridades sanitárias americanas reviram a percentagem para atingir a imunidade de grupo. Tal como avisa agora a OMS, passou a ser 80%, o que não implica que o vírus continue a circular com a mesma força que antes pois a vacinação continua a avançar a largos passos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

É improvável que algum país alcance imunidade de grupo em breve, alerta a OMS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião