“Não podemos resumir desafio do mercado de capitais à questão fiscal”, diz João Nuno Mendes

  • ECO
  • 22 Junho 2021

O secretário de Estado das Finanças mostra-se confiante de que será possível chamar mais empresas ao mercado de capitais após a reforma, a qual não envolve apenas a questão fiscal.

O secretário de Estado das Finanças rejeita a ideia de que o mercado de capitais em Portugal se desenvolve pela questão fiscal: “Não podemos resumir o desafio do mercado de capitais à questão fiscal”. Em entrevista ao Jornal de Negócios (acesso pago), João Nuno Mendes admite que a “componente fiscal” pode fazer parte de um projeto “multifacetado”, mas há mais vertentes onde é preciso mudar no Código dos Valores Mobiliários (CVM).

Há todo um ecossistema que é necessário dinamizar“, diz, colocando a esperança nos resultados da task force para a dinamização do mercado de capitais. João Nuno Mendes espera ver esses resultados até ao final do mês e assume que quer ter “esta reforma o mais rapidamente possível aprovada”. Essa urgência é justificada pelos “desafios de capitalização das empresas que são, ainda para mais, trazidos pela força da pandemia, que tem impacto sobre os capitais próprios das empresas”.

Na mesma entrevista, o secretário de Estado também deixou em aberto a possibilidade de regressar com as Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV) ou novos produtos da dívida pública para o retalho. “A decisão que tomámos para o plano de financiamento deste ano está tomada e não foi contemplada essa possibilidade, mas não excluímos essas possibilidades”, notou, assinalando que espera voltar à trajetória de redução do rácio da dívida pública este ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Não podemos resumir desafio do mercado de capitais à questão fiscal”, diz João Nuno Mendes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião