Trump anuncia ação judicial coletiva contra Facebook, Google e Twitter

  • Lusa
  • 7 Julho 2021

As empresas tecnológicas devem deixar de “silenciar” e de “cancelar” os cidadãos norte-americanos, defende o anterior Presidente dos EUA.

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou esta quarta-feira que irá mover uma ação coletiva contra o Facebook, Google e Twitter, que abrange também os presidentes executivos destas empresas tecnológicas norte-americanas, por ataques à sua “liberdade de expressão”.

Trump disse, em conferência de imprensa, que procurará provar a ilegalidade da suspensão das suas contas nas redes sociais e plataformas digitais em questão, descrevendo a decisão como “censura”.

O antigo Presidente norte-americano acrescenta que quer defender a Constituição e que as empresas tecnológicas devem deixar de “silenciar” e de “cancelar” os cidadãos norte-americanos.

As contas do Trump nas redes sociais Facebook e Twitter continuam suspensas após o assalto ao Congresso dos EUA, no passado dia 06 de janeiro por uma multidão de apoiantes do ex-Presidente.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Trump anuncia ação judicial coletiva contra Facebook, Google e Twitter

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião