15% das verbas do PRR já estão contratualizadas. Último contrato foi para construir barragem do Pisão

"Foram já assinados contratos relativos a 15% do PRR, no montante de 2.490 milhões de euros", revelou o Governo.

Já está contratualizado 15% do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) nacional, anunciou o Governo esta quinta-feira. Os contratos assinados totalizam o montante de 2.490 milhões de euros, sendo que estão também já outras contratualizações na calha.

“Foram já assinados contratos relativos a 15% do PRR, no montante de 2.490 milhões de euros, e estão em curso outras contratualizações no valor de 4.465 milhões”, revela uma nota do gabinete do primeiro-ministro. “Assim, no conjunto, 42% do PRR, correspondendo a 6.955 milhões de euros, está neste momento contratualizado ou em vias de o ser”, acrescenta.

O exemplo mais recente de um contrato já assinado é aquele que permitirá a construção da barragem do Pisão, nota António Costa, num vídeo publicado no Twitter. A construção desta Barragem, no Crato, Portalegre, irá contar com um investimento total de 168 milhões de euros, devendo o projeto estar concluído em 2027, segundo tinha anunciado o ministro Adjunto e da Economia, em junho.

O primeiro-ministro apela também à mobilização de todos os agentes económicos e sociais para “garantir que não desperdiçamos um cêntimo e que cada cêntimo é devidamente aplicado”.

No âmbito do plano, “foram lançados 10 avisos de abertura de concursos e recebidas mais de 16.000 candidaturas”, adianta o líder do Executivo, após uma reunião com a Comissão Nacional de Acompanhamento (CNA) do PRR.

No encontro, que teve como objetivo “fazer um ponto de situação e ouvir e registar as recomendações da CNA”, presidida por António Costa Silva, “foram identificados aspetos para melhorar a eficácia, a eficiência e o impacto do Plano de Recuperação e Resiliência”.

No total, Portugal receberá 13,9 mil milhões de euros em subvenções e 2,69 mil milhões de euros em empréstimos ao abrigo do PRR, num total de 16,6 mil milhões de euros entre 2021 e 2026. A primeira tranche de 2,2 mil milhões de euros do PRR já foi entregue pela Comissão Europeia a Portugal, esta terça-feira. Os próximos desembolsos serão aprovados pelo executivo comunitário em função do ritmo de execução dos investimentos e reformas definidos no PRR.

(Notícia atualizada às 21h15)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

15% das verbas do PRR já estão contratualizadas. Último contrato foi para construir barragem do Pisão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião