BMW quer acelerar a redução das suas emissões de CO2 até 40%

  • Lusa
  • 2 Setembro 2021

A BMW prevê ainda este ano mais custos com as matérias-primas, no mínimo, de 500 milhões de euros.

O fabricante automóvel BMW quer acelerar a redução das suas emissões de CO2 em toda a vida do veículo, incluindo produção, até 2030 e estabeleceu como objetivo uma diminuição de 40%, contra os 33% fixados há um ano.

A alemã BMW informou esta quinta-feira num comunicado, citado pela agência Efe, que até 2030 a emissão de dióxido de carbono (CO2) por veículo e quilómetro percorrido vai reduzir-se, no mínimo, a metade face aos valores de 2019.

“Não se trata apenas de sustentabilidade ecológica, mas também empresarial”, porque a evolução atual dos preços das matérias-primas mostra com que efeitos tem de contar uma indústria que depende de recursos limitados, afirmou o presidente da BMW, Oliver Zipse.

A BMW prevê este ano mais custos com as matérias-primas, no mínimo, 500 milhões de euros. Atualmente, 30% dos veículos da BMW são produzidos com materiais reciclados, mas o novo objetivo é aumentar esta percentagem para 50% a partir de 2025.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BMW quer acelerar a redução das suas emissões de CO2 até 40%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião