80% da população portuguesa já tem a vacinação completa

  • Joana Abrantes Gomes
  • 14 Setembro 2021

Relatório da Direção Geral da Saúde revela que mais de 8,2 milhões de portugueses têm a vacinação completa, o que corresponde a 80% da população portuguesa.

Mais de 8,8 milhões de portugueses já receberam, pelo menos, uma dose da vacina contra a Covid-19, o correspondente a 85% da população portuguesa, de acordo com o relatório de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Deste total, mais de 8,2 milhões de portugueses têm o esquema vacinal completo, o que corresponde a 80% da população.

Os dados revelam ainda que a percentagem de jovens entre os 12 e os 17 anos completamente vacinados mais do que duplicou no espaço de uma semana, até 12 de setembro, sendo agora de 52%. Ou seja, 320.708 pessoas desta faixa etária têm a vacinação completa, mais 164.620 que na semana passada. 84% dos jovens entre os 12 e os 17 anos já receberam pelo menos uma dose da vacina. Este aumento expressivo dever-se-á à administração de segundas doses da vacina contra a Covid-19 para os jovens entre os 12 e 15 anos, que arrancou no último fim de semana.

Entre os 18 aos 24 anos, a percentagem de pessoas com vacinação completa aumentou 10 pontos em comparação com o último boletim de vacinação: há, agora, 74% de jovens dos 18 aos 24 anos totalmente vacinados, ou seja, 580.984 pessoas. Ainda nesta faixa etária, 685.095 foram inoculados com a primeira dose.

Além disso, 3.101.924 (93%) da população entre os 25 e os 49 anos já recebeu, pelo menos, uma dose da vacina, sendo que 2.919.262 dessas pessoas estão completamente imunizadas (88%).

Destaca-se ainda que 100% das pessoas com 65 ou mais anos já estão completamente vacinadas, enquanto na faixa etária dos 50 aos 64 anos há 2.151.377 de pessoas com a primeira dose (99%). Destas, 2.108.574 têm o esquema vacinal completo, o que corresponde a 97% dessa população.

Veja o relatório de vacinação (dados até 12 de setembro):

Em termos geográficos, o Norte e o Centro continuam a ser as regiões do país com maior percentagem de vacinação, em primeiras e segundas doses. O Norte já vacinou 88% da população com uma dose, uma percentagem que, no Centro, corresponde a 87%. Quanto a segundas doses, a percentagem cai para 82% no Norte e para 81% no Centro. No total, já foram administradas 5.468.516 vacinas no Norte e 2.547.144 no Centro.

A região do Alentejo apresenta, em termos percentuais de primeiras e segundas doses, os mesmos valores que a zona Centro, tendo já sido administradas 717.080 vacinas no Alentejo. Na Madeira, 82% da população tem pelo menos uma dose, enquanto 79% apresenta esquema vacinal completo. O arquipélago dos Açores tem a mesma percentagem de população com a primeira dose que a Madeira, e 77% de população totalmente imunizada. Com 5.384.083 vacinas administradas, Lisboa e Vale do Tejo tem 84% da população com a primeira dose, tendo subido seis pontos percentuais na população com vacinação completa quando comparado com a semana passada (78%).

O Algarve permanece como a região do país mais atrasada no processo vacinal, com 80% da população com a primeira dose e 73% com a vacinação completa.

No relatório semanal divulgado esta terça-feira, a DGS dá ainda conta de que Portugal tem 18.507.560 de doses contra a Covid-19 recebidas, tendo sido distribuídas 15.554.044.

(Notícia atualizada às 20h23)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

80% da população portuguesa já tem a vacinação completa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião