Apple apresenta novos iPad, relógios e o tão esperado iPhone 13

Empresa apresentou dois novos iPad, uma nova versão do Apple Watch e o tão esperado iPhone 13. Novidades estarão disponíveis a partir de 399 dólares.

Câmaras que se adaptam ao cenário enquanto se grava um vídeo, relógios resistentes ao pó e à água, iPads que cabem na palma da mão e até um novo sistema operativo. A Apple apresentou esta terça-feira ao mundo as novidades, que incluem dois novos iPad, novas versões do Apple Watch e, claro, o tão esperado iPhone 13, também com versão Mini, Pro e Max. As novidades estarão disponíveis na próxima semana a partir de 399 dólares.

Os rumores confirmaram-se. Vêm aí o iPhone 13, iPhone 13 Mini, iPhone 13 Pro e iPhone 13 Max, perdendo as bordas curvas e passando a ter designs mais retos. “São maiores e mais potentes”, diz o CEO da Apple, Tim Cook, durante o evento de apresentação, que decorreu esta quarta-feira online, e contou com filmagens feitas em Portugal.

Comecemos pelos iPhone 13 e iPhone 13 Mini. Com 6,1 e 5,4 polegadas, respetivamente, mantêm o FaceID (reconhecimento facial), mas perdem o TouchID (reconhecimento por impressão digital). O ecrã está revestido por uma espécie de película em cerâmica e toda a borda é feita em alumínio (100% reciclado, assegura a Apple). A bateria é maior e o processador é mais rápido (A15): novos modelos são 50% mais rápidos do que os anteriores.

Ambos perdem uma câmara traseira e passam apenas a contar com duas na parte de trás e uma à frente, ambas com 12 megapíxeis. No que toca ao vídeo, há melhorias: a câmara adapta-se sozinha ao cenário enquanto filma, focando nas pessoas ou no fundo, conforme necessário. Em termos de memória, a capacidade mais baixa será de 128GB em vez dos habituais 64GB.

Os iPhone 13 e 13 Mini estarão disponíveis em cinco cores — vermelho, branco acinzentado, preto, azul-marinho e rosa — e os preços começam nos 799 dólares (677 euros) e 699 dólares (592 euros), respetivamente, nos Estados Unidos. Contudo, em Portugal são, normalmente, mais caros.

“Os mais Pro de sempre”, diz Tim Cook

Para além do normal iPhone 13 e do iPhone 13 Mini, vêm aí o iPhone 13 Pro e o iPhone 13 Pro Max. “São os mais Pro de sempre”, diz Tim Cook, CEO da Apple, durante o evento. Com 6,1 e 6,7 polegadas, respetivamente, estes modelos mais avançados mantêm as três câmaras traseiras e uma na frente. Fotos e vídeos com maior qualidade, dizem os responsáveis.

O ecrã também é feito em cerâmica, o que confere mais resistência em caso de quedas. Os novos modelos vão estar disponíveis em quatro cores e terão “os melhores gráficos de sempre”. A Apple assegura que a bateria dura todo o dia: aguenta uma hora e meia a mais do que a do iPhone 12 Pro e duas horas e meia a mais do que a do 12 Pro Max.

Também resistentes à água e com processador A15, os iPhone 13 Pro e 13 Pro Max vão estar disponíveis no final do mês e os preços começam nos 999 dólares (847 euros) e 1.099 dólares (931 euros), respetivamente.

Novos iPad com novo sistema operativo

Outras das novidades da empresa são os iPad, bastante elogiados por Tim Cook durante todo o evento. Desta vez trazem um novo — e alvo de muito rumores — sistema operativo: OS. Vêm aí os iPadOS e iPadOS Mini. O modelo mais básico tem 12 polegadas, um processador 20% mais rápido (A13 Bionic), o que permite, por exemplo, jogos de alta qualidade e pinturas de aguarela bastante realistas.

Aqui, durante um vídeo, a câmara — com 12 megapíxeis — ajusta-se automaticamente ao cenário, acompanhando o movimento das pessoas, uma funcionalidade que já existia no iPad Pro. A luminosidade do ecrã ajusta-se à temperatura ambiente e o botão físico “menu” vai manter-se. Na compra do iPad virá um teclado “fino” e uma caneta tátil. A Apple assegura que a bateria dura um dia inteiro.

Outra novidade é o iPad Mini, uma versão que “cabe na palma da mão”, mais bastante mais evoluída. Com 8,3 polegadas, o iPad Mini é “fino e leve”, com cantos redondos e está disponível em roxo, rosa, dourado e cinza escuro. No topo, do lado direito, tem TouchID (reconhecimento por impressão digital), um sistema “fácil, rápido e seguro”, “o mais rápido deste tipo”.

O processador é 40% mais rápido e tem entrada USB, o que permite ligar a dispositivos como câmaras fotográficas e até aparelhos de ecografia, como mostrou a apresentação. Com uma câmara à frente e outra atrás, de 12 megapíxeis, tem ainda flash e permite vídeos em 4k. É capaz de transcrever uma conversa automaticamente, em tempo real. Este iPad Mini tem 5G e é capaz de downloads até 3.5GB por segundo.

Na compra, traz uma capa e ainda uma caneta que se “cola” magneticamente de lado. Os novos iPads estarão disponíveis para venda a partir da próxima semana, com o preço a começar nos 392 dólares (332 euros) no caso do iPad –havendo um desconto para estudantes: 299 dólares (253 euros) — e 499 dólares (423 euros) no caso do iPad Mini.

Vem aí o Apple Watch Series 7

Para os amantes de relógios inteligentes, também há novidades. A Apple apresentou o Apple Watch Series 7, cujos preços começam nos 399 dólares (338 euros). “É o maior ecrã de sempre”, permitindo um teclado completo, com cantos 40% mais finos. É também o “mais duradouro Apple Watch” de sempre, resistente à água e ao pó.

A bateria dura todo o dia e carrega 33% mais rápido do que o Apple Watch 6: oito minutos de carregamento permitem 8h de autonomia. É feito 100% de alumínio reciclado, assegura a empresa, referindo preocupar-se com o meio ambiente. É tão avançado que permite calcular o número de ondas surfadas, as horas dormidas e até o nível de oxigénio no sangue.

O Apple Watch Series 7 vai estar disponível no outono e a propósito desse lançamento, a empresa anunciou ainda atualizações no Apple Fitness Plus, que vão passar a incluir exercícios de pilates, meditação guiada e a possibilidade de treinar com várias pessoas, em tempo real, ao mesmo tempo. Esta aplicação da Apple está disponível para iPhone, iPad e Apple TV.

(Notícia atualizada às 19h59 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Apple apresenta novos iPad, relógios e o tão esperado iPhone 13

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião