Americana BorgWarner constrói terceira fábrica em Viana com 300 empregos

A poucas horas da entrega do Orçamento do Estado, António Costa vai lançar a primeira pedra da nova unidade industrial da BorgWarner em Viana do Castelo, que deve iniciar a produção em 2023.

O BorgWarner, grupo norte-americano especialista na produção de componentes para a indústria automóvel, está a construir uma nova unidade de produção no Parque Empresarial de Lanheses, em Viana do Castelo. Um investimento de 25 milhões de euros que vai permitir a criação de 300 postos de trabalho.

A nova fábrica destinado à produção de motores para veículos elétricos, que ficará concluída no próximo ano, será um edifício industrial com cerca de 17 mil metros quadrados, concebido para obtenção da Certificação LEED, que avalia a sustentabilidade dos edifícios desde o design à manutenção, passando pela construção e operação. A obra foi entregue à construtora portuguesa Garcia e Garcia.

A cerimónia de lançamento da primeira pedra, que assinala o início dos trabalhos, decorre esta segunda-feira à tarde e vai contar com a presença do primeiro-ministro, António Costa, do presidente cessante da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, e de Luís Nobre, eleito em setembro, assim como dos responsáveis da BorgWarner.

Para o presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, o terceiro investimento do grupo “é mais uma prova da confiança que a multinacional depositou no país e, em particular, na capital do Alto Minho”.

Imagem em 3D da nova unidade da BorgWarner em Viana do CasteloGarcia Garcia

 

No concelho de Viana do Castelo, a BorgWarner conta com um volume de negócios de 170 milhões de euros, mas espera que esse valor duplique com a construção da terceira fábrica da empresa na região.

O Grupo BorgWarner, um dos maiores produtores mundiais de componentes para a indústria automóvel, está presente em 96 localizações de 24 países, empregando cerca de 50 mil pessoas. Em Portugal tem cerca de 950 trabalhadores, encontrando-se já a recrutar para esta nova unidade, que deverá iniciar a produção em 2023.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Americana BorgWarner constrói terceira fábrica em Viana com 300 empregos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião