AceCann angaria 15 milhões para construir centro de cultivo de canábis em Portugal

A empresa portuguesa especializada em cultivo e extração de canábis medicinal recebeu um financiamento de 15 milhões de dólares para investir num centro de produção em Vendas Novas.

A portuguesa AceCann fechou uma ronda de financiamento (Seed) de 15 milhões de dólares (12,9 milhões de euros) para construir em Portugal um centro de produção dedicado ao cultivo, processamento e extração de canábis, direcionado para o setor medicinal de modo a servir a procura no mercado europeu. A construção do centro em Vendas Novas arrancou em setembro.

A ronda de financiamento foi liderada pela sociedade de capital de risco Casa Verde e teve a participação da portuguesa Lince Capital, bem como de Chris Mayle e Marc Gare, co-fundadores da Advanced Grow Labs, Frank Cid, CEO da Royal Life Center, e o angel investor Sebastian de la Rosa, da Whistler Medical Marijuana Corporation.

O nosso objetivo é criar um padrão de ouro na canábis medicinal, desde o cultivo à comercialização, com propriedade intelectual em cada etapa da cadeia de valor“, referiu o CEO da AceCann, Pedro Gomes, citado em comunicado. “Com o apoio dos nossos investidores, somos capazes de acelerar a nossa missão de desenvolver produtos consistentes e de alta qualidade que dão aos pacientes acesso à inovação que muda as suas vidas”, acrescentou.

“À medida que a legalização se espalha pela Europa, prevemos um rápido e exponencial aumento da procura das folhas e extratos de canábis de elevada qualidade. Com uma equipa experiente, técnicas únicas de cultivo e extração e uma vasta rede, a AceCann pode tornar-se um fornecedor premium para a emergente indústria europeia de canábis medicinal“, diz Yonatan Meyer, Partner na Casa Verde.

O mercado europeu de canábis deverá representar cerca de 3,4 mil milhões de dólares (2,9 mil milhões de euros) até 2024, segundo dados avançados pela empresa.

AceCann é uma startup portuguesa centrada no cultivo, processamento, extração e I&D de canábis medicinal orgânico. É a primeira empresa em Portugal a receber um Certificação de Idoneidade para prática de atividades de I&D por parte da Agência Nacional de Inovação (ANI).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

AceCann angaria 15 milhões para construir centro de cultivo de canábis em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião