BRANDS' ECO Guimarães recebe segundo supermercado Mercadona

  • BRANDS' ECO
  • 5 Abril 2022

Com uma área de venda da 1900m2, a nova loja da cadeia espanhola criou 65 novos postos de trabalho e conta com mais de 400 painéis solares para autoconsumo.

A Mercadona abriu esta terça-feira um novo supermercado em Guimarães, na freguesia de Urgezes (Cães de Pedra). Este é já o segundo supermercado da cadeia na cidade e foi construído numa zona central, junto à antiga Fábrica do Arquinho, respeitando o cariz histórico da zona, ao preservar a chaminé original e um estilo arquitetónico industrial.

A nova loja gerou 65 novos postos de trabalho, com contrato sem termo desde o primeiro dia, e dispõe de uma área de vendas de 1.900 m2, informou em comunicado. A construção da unidade seguiu o Modelo de Loja Eficiente da Mercadona, com corredores amplos. Dispõe de 140 lugares de estacionamento e contará também com dois lugares destinados ao carregamento de veículos elétricos, indo ao encontro do compromisso da empresa para com a mobilidade elétrica.

Ano após ano, a Mercadona tem continuado a apostar nas energias renováveis com o objetivo de complementar a necessidade energética, reduzir as emissões e melhorar o comportamento ambiental das suas lojas. Essa aposta foi feita, por exemplo, através da instalação de painéis solares em alguns supermercados, como é o caso da nova loja de Guimarães, que conta com 432 painéis solares e uma capacidade de produção de 200kW.

A nova loja da Mercadona, em Guimarães, faz parte do plano da empresa de investir 150 milhões de euros em Portugal em 2022 com a abertura de novas lojas.Mercadona

Ao gerar energia renovável de origem fotovoltaica nas coberturas das lojas, para autoconsumo, a empresa poupa aproximadamente 20% de energia elétrica anualmente. Essa aposta resulta também numa rede de lojas que, sem sacrificar qualidade de serviço, extrai o máximo rendimento possível dos recursos energéticos.

No âmbito da Política de Responsabilidade Social da empresa, este novo supermercado doará diariamente, e desde o primeiro dia, bens de primeira necessidade ao Lar de Santa Estefânia, instituição de solidariedade social local com mais de um século de existência, com o qual a cadeia de supermercados assinou um protocolo de colaboração.

De acordo com Domingos Bragança, Presidente da Câmara de Guimarães, este novo supermercado “é um investimento económico de importância para Guimarães”, referiu em comunicado. “Além de uma visão que vai ao encontro das políticas de sustentabilidade que preconizamos para o território, almejando a constituição de uma cadeia agroalimentar sustentável, o investimento cria novos postos de trabalho e aumenta e dinamiza a oferta na área alimentar e nas áreas de cuidados pessoais, do lar e dos animais, ao mesmo tempo que cria novas zonas comerciais de proximidade para mais bem-estar e qualidade de vida”, adiantou.

A Mercadona respeitou “o valor histórico e social desta zona tão importante para os vimaranenses”, ao “preservar a chaminé original e o estilo arquitetónico fabril deste local”, afirmou em comunicado Sofia Cardoso, diretora regional de Relações Externas Norte de Portugal da cadeia.

A empresa prevê investir 150 milhões de euros em Portugal em 2022 com a abertura de mais 10 lojas chegando a cinco novos distritos: Viseu, Leiria, Santarém, Setúbal e Lisboa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Guimarães recebe segundo supermercado Mercadona

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião