BRANDS' ECO Autarquia do Ano: Areeiro vence na subcategoria “Qualidade de Vida na Terceira Idade”

  • BRANDS' ECO
  • 4 Julho 2022

O presidente da Junta de Freguesia do Areeiro, Fernando Braamcamp, explica os contornos do projeto premiado na 3ª edição do Prémio Autarquia do Ano.

Garantir o bem-estar dos munícipes mais idosos, mitigar a sua solidão e promover uma relação de confiança e proximidade com os mesmos foram os principais objetivos do projeto da Junta de Freguesia do Areeiro, que venceu o Prémio Autarquia do Ano, na subcategoria “Qualidade de Vida na Terceira Idade”, nesta que é já a sua 3ª edição.

Fernando Braamcamp, presidente da Junta de Freguesia do Areeiro, explica um pouco melhor os contornos do projeto, a sua aplicação e o impacto que teve no município.

1. Qual foi a razão primordial que levou à seleção do vosso projeto, que acabou por se tornar vencedor na 3ª edição dos Prémios Autarquia do Ano?

Há duas razões principais. A primeira foi constatar nos anos 2010 um número elevado de óbitos em casa de cidadãos que por razões de solidão só se sentia a sua falta passados dias. Em segundo, os equipamentos de alarme, pelas suas características, nem sempre estavam junto do utilizador, o que limitava a sua função.

2. Qual sente que tenha sido o impacto do vosso projeto, a níveis práticos, no seu município e na sua comunidade?

O impacto foi muito bom, felizmente, quer para os utilizadores do programa, quer para os familiares e vizinhos.

O projeto em si, pela sua simplicidade de aplicação e pelo resultado imediato, permitiu à Junta de Freguesia saber diariamente o estado de saúde do morador e cumulativamente estabelecer um pequeno diálogo para mitigar a solidão e fazer sentir que a Junta se preocupava com as necessidades e bem-estar dos seus moradores.

Fernando Braamcamp, presidente da Junta de Freguesia do Areeiro.

4. Quais os principais pontos fortes do projeto submetido ao Prémio Autarquia do Ano que, para si, foram fundamentais?

  • Primeiro, a prova de vida;
  • Estabelecer uma relação diária e de confiança/amizade;
  • Em caso de emergência, acionar os meios já estabelecidos (familiares/PSP/INEM).

5. Considerando que nos encontramos novamente num formato presencial, acredita que existe algum impacto positivo no trabalho realizado diariamente pelo município? De que maneira?

A Junta de Freguesia é por excelência o principal órgão autárquico de proximidade com o cidadão. É obvio que a presença física, o seu contato é fundamental para materializar essa proximidade.

6. Considerando o projeto em questão, como foi a implementação do mesmo?

Muito fácil. Foi contratada uma pessoa com perfil adequado, isto é, de trato simples na abordagem, imaginativa quantos aos temas que mais interessa ao interlocutor, facilidade de expressão e anotar as preocupações ou estados de saúde para ser tema no dia seguinte. A inscrição pode ser solicitada pelo próprio, familiar ou pelo Núcleo de Ação Social da junta. Os equipamentos a utilizar: telemóvel.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Autarquia do Ano: Areeiro vence na subcategoria “Qualidade de Vida na Terceira Idade”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião