O setor da comunicação e relações públicas em números

É este o retrato do setor das agências de comunicação e relações públicas, de acordo com o estudo elaborado pela APECOM com o apoio da Informa D&B

São 117 empresas, representam um volume de negócios de 87,5 milhões de euros e empregam 1.117 colaboradores. É este o retrato do setor das agências de comunicação e relações públicas, de acordo com o estudo elaborado pela Informa D&B para a Associação Portuguesa das Empresas de Conselho em Comunicação e Relações Públicas (APECOM).

Analisando estas 117 empresas, é possível concluir que o setor registou uma tendência de crescimento entre 2017 e 2019, com uma variação na casa dos 20% em volume de negócios e de 17,8% em número de empregados.

Em 2020, último ano analisado, a tendência inverte-se, com uma quebra de 10,4% no volume de negócios e os resultados líquidos a passarem dos 5,1 milhões em 2019 para os 3,1 milhões de euros. Em número de colaboradores, o setor tem menos 52 pessoas, ainda assim um número superior ao de 2017 (992), o primeiro ano analisado, e a margem de EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) situa-se nos 9%.

Em 2020 o indicador Exportações foi o único com uma variação positiva, “o que poderá denotar o esforço efetuado pelas empresas do setor em procurar mercados alvo alternativos e/ou parcerias com redes internacionais que permitissem potenciar a venda de serviços”, conclui a APECOM. 64 destas 117 empresas, mais de metade, têm negócios com o exterior, totalizando estes 11,1 milhões.

Dois terços das empresas analisadas têm entre 6 e 19 anos, com a média a rondar os 14, e empregam em média 9,5 colaboradores. A remuneração média é de 19.337 euros por ano. O volume médio de negócios é de 732 mil euros.

Apenas 9% destas empresas têm uma faturação entre os 2 milhões e os 10 milhões, mas estas representam 46% do volume de negócios do setor e são responsáveis por 37% do número de colaboradores, “refletindo uma expectável concentração do mercado nos players de maior dimensão”, salienta a APECOM. “Em termos de número de colaboradores, mais de um quarto do mercado é composto por empresas com mais de 10 colaboradores, sendo o nicho de 3% com mais de 50 colaboradores o responsável por 19% do volume de negócios do setor”, prossegue.

75% das empresas estão na área metropolitana de Lisboa e 68% dos trabalhadores são mulheres. Nos cargos de chefia, no entanto, menos de 40% são mulheres.

59% das empresas apresenta uma resiliência financeira média/alta ou elevada.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

O setor da comunicação e relações públicas em números

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião