Ferrari aumenta preços à boleia da inflação em 2023

Fabricante italiana aumenta preços a partir do primeiro trimestre de 2023, e revê em alta as receitas anuais da empresa. Ferrari admite aumento de custos de produção, mas identifica procura elevada.

A fabricante automóvel italiana, Ferrari, vai aumentar os seus preços no primeiro trimestre de 2023, anunciou o CEO, Benedetto Vigna, segundo avança a Bloomberg (acesso condicionado).

Na origem da medida está o aumento da inflação, já que a Ferrari também foi afetada por uma subida dos custos de produção, embora este efeito seja atenuado pela elevada procura. Neste sentido, a fabricante automóvel italiana reviu em alta as suas previsões para as receitas anuais.

Segundo Benedetto Vigna, a Ferrari está a reservar os pedidos de clientes cujas entregas só serão realizadas após o próximo ano, e já alertou que o crescimento do número de entregas deverá desacelerar em 2023.

Na passada terça-feira a Ferrari revelou ter contabilizado um lucro de 249 milhões de euros no segundo trimestre de 2022, um valor superior aos 206 milhões registados em igual período do ano anterior. Por sua vez, o Ebitda (resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da fabricante situou-se nos 446 milhões de euros no período em questão, também um aumento face aos 386 milhões de euros verificados no segundo trimestre de 2021.

As receitas referentes ao segundo trimestre de 2022 atingiram os 1.290 milhões de euros.

Em linha com outras fabricantes do setor automóvel, também a Ferrari está a apostar na eletrificação, estando atualmente a transformar a sua fábrica no norte da Itália num centro para carros elétricos. Apenas três modelos híbridos já representaram cerca de 17% do total de encomendas da Ferrari, no segundo trimestre do ano. A fabricante italiana planeia ainda apresentar o seu primeiro SUV desportivo, o Purosangue, em inícios de setembro, estando as entregas previstas para inícios de 2023.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ferrari aumenta preços à boleia da inflação em 2023

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião