Food Delivery Brands atinge 323,5 milhões no 2º trimestre do ano

  • Servimedia
  • 4 Agosto 2022

Food Delivery Brands, um grupo internacional de entrega de pizzas, superou as receitas que tinha antes da pandemia no 2º trimestre de 2022. A empresa chegou aos 323,5 milhões nos últimos 3 meses.

O grupo Food Delivery Brands, uma empresa de restauração líder em entrega de pizzas em 33 países, apresentou os seus resultados financeiros para o segundo trimestre de 2022, que mostram que o grupo atingiu os 323,5 milhões de euros em vendas nesse período (mais 20,4% do que no mesmo período de 2021), noticia a Servimedia.

Estes resultados confirmam a evolução positiva do negócio, uma vez que excederam em 5,4% os resultados de vendas em cadeia alcançados no mesmo período de 2019, antes da pandemia. Aliás, nos primeiros seis meses do ano, as vendas do grupo chegaram aos 620 milhões de euros, um aumento de 18,7% em relação ao ano anterior (+14,4% a taxas de câmbio constantes).

O Ebitda ajustado no primeiro semestre atingiu 16 milhões de euros, valor que acaba por estar alinhado com os 16,2 milhões de euros que o grupo alcançou no mesmo período de 2021, apesar do ambiente marcado pela incerteza e a inflação nos mercados em que a empresa opera.

A liquidez do grupo no final de junho de 2022 ascendia a 36,4 milhões de euros, antes do pagamento de juros para a primeira metade de 2022. Ao nível dos mercados, em Espanha e Portugal, onde a empresa relançou a marca Telepizza, as vendas no primeiro semestre do ano foram 10,9% superiores às do mesmo período do ano anterior.

Na América Latina, as vendas em cadeia no H1 2022 aumentaram 28,8% em comparação com o mesmo período em 2021 (+19,5% a uma taxa de câmbio constante). Embora os efeitos da inflação e da guerra na Ucrânia tenham sido menos relevantes do que na Europa, registaram-se alguns protestos específicos, como no caso do Equador, que tiveram um impacto temporário e ligeiro nas vendas na região.

No México, o grupo está a desenvolver uma estratégia de crescimento para consolidar a marca Pizza Hut no país. Esta estratégia resultou na abertura, em junho, de uma nova fábrica de massa em Querétaro, com um investimento de mais de 7,5 milhões de dólares, que irá fornecer os estabelecimentos da Pizza Hut no México, bem como a exportação para franchisados na América Central e nas Caraíbas.

Desenvolvimento de negócios

No total, o grupo encerrou o segundo semestre de 2022 com 91 aberturas em comparação com o mesmo período do ano anterior e tem agora 2350 lojas em funcionamento em todo o mundo.

Ainda assim, a Food Delivery Brand continua a investir para reforçar a capacidade operacional e industrial do grupo a nível mundial no segundo trimestre de 2022. A nova fábrica no México, em funcionamento desde junho, junta-se às quatro fábricas em Espanha, Colômbia, Chile e Equador.

Os resultados da empresa continuaram a ter um bom desempenho no segundo trimestre e são apoiados pelo bom desempenho da Telepizza no mercado ibérico, o crescimento da marca Apache Pizza na Irlanda e a consolidação da operação Pizza Hut na América Latina.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Food Delivery Brands atinge 323,5 milhões no 2º trimestre do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião