Espanhola Aena vence leilão de aeroporto com segundo maior tráfego do Brasil

  • Lusa
  • 18 Agosto 2022

A empresa espanhola prometeu fazer investimentos nos aeroportos na ordem dos mil milhões de euros. Congonhas, o aeroporto de São Paulo para voos domésticos, é a "joia da coroa".

A gestora aeroportuária espanhola Aena recebeu esta quinta-feira a concessão para operar 11 aeroportos no Brasil, incluindo Congonhas, em São Paulo, o segundo com maior tráfego aéreo do país, com 10 milhões de passageiros por ano.

A Aena, a única empresa a apresentar uma proposta para essas concessões, ofereceu 2,4 mil milhões de reais (cerca de 460 milhões de euros) pelas licenças de operação de 30 anos. Esse valor é 231% superior ao mínimo exigido pelo Governo brasileiro (740,1 milhões de reais ou 143 milhões de euros).

A Aena, como vencedora do leilão, também prometeu fazer investimentos nos aeroportos, no valor de 5,8 milhões de reais (cerca de mil milhões de euros). Congonhas, o aeroporto de São Paulo para voos domésticos, é a “joia da coroa” do leilão, organizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Os outros dez aeroportos são Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã, localizados no estado de Mato Grosso do Sul, Santarém, Marabá, Parauapebas e Altamira, no Pará, e Uberlândia, Uberaba e Montes Claros, no estado de Minas Gerais. A Aena, com operações em vários países, já administra outros seis aeroportos no Brasil, incluindo Recife, um dos cinco mais movimentados do país, além de Maceió, Aracajú e João Pessoa, Campina Grande e Juazeiro do Norte.

De acordo com o seu último balanço, esses seis aeroportos da região nordeste do país movimentaram 11,8 milhões de passageiros em 2021, com um aumento de 52,2% face a 2020, apesar do qual acumulou perdas de 60,04 milhões de euros, metade dos 126,78 milhões deixados em 2020.

Em julho passado, a gestora espanhola anunciou que faria investimentos de 1,4 mil milhões de reais (cerca de 268 milhões de euros) para a reforma dos seus seis aeroportos brasileiros. Como operadora agora de 17 aeroportos, incluindo Congonhas, a Aena posiciona-se como uma das principais gestoras de terminais aéreos do país, superando em trânsito até o grupo brasileiro CCR, que no ano passado conquistou 16 aeroportos nu, outro leilão de concessão.

No leilão desta terça-feira também foi realizada a concessão de outros dois blocos aeroportuários, em que prevaleceram os grupos brasileiros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Espanhola Aena vence leilão de aeroporto com segundo maior tráfego do Brasil

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião