Grupo Martinhal investe no conceito de educação de futuro

Chitra Stern, fundadora do grupo Martinhal - focado na hotelaria para férias em família --, explica em entrevista o novo projeto educativo a pensar no futuro do ensino.

Salas de aprendizagem colaborativa, ateliês de arte, laboratórios científicos topo de gama, materiais tecnológicos de última geração e 6.500 metros quadrados de espaços ao ar livre para a prática de desporto. Estas são apenas algumas das características da United Lisbon International School, uma inovadora escola internacional no Parque das Nações, em Lisboa.

Localizada num edifício industrial emblemático detentor de um Prémio Valmor, abriu em setembro de 2020 para um primeiro grupo limitado de 150 alunos, desde o Jardim de Infância (3 anos) até ao 12º ano.

Como filosofia, quer “Capacitar e inspirar as gerações mais jovens para um mundo sustentável, com um ensino direcionado para o futuro: uma educação internacional, inspirada e adequada ao século XXI, fundada em padrões rigorosos de excelência, integrando a tecnologia de forma transparente no ambiente de ensino e personalizando ainda mais a aprendizagem de cada aluno”.

Num mundo em mudança e com tendências aceleradas pela pandemia, que oferta diferenciada oferece este novo projeto educativo?

Como estávamos tão focados em tecnologia como na escola, e aprendemos tanto durante os seis meses antes de abrir sobre necessidades extra com a pandemia, já começámos com uma boa base para a educação online em setembro de 2020.

O nosso ensino é constantemente focado nos Objetos de Desenvolvimento Sustentável da ONU – estes impulsionam muito do que acontece na nossa escola. Por exemplo, trabalhamos em estreita colaboração com a fundação Malaika, com sede em Nova Iorque, que criou uma escola para meninas na República Democrática do Congo. Isso leva os nossos filhos a uma compreensão totalmente nova do que são os problemas globais e como podemos ajudar como cidadãos globais. Esta é a mentalidade – criar cidadãos globais que aprendem a resolver problemas globais por serem “Unidos”!

A filosofia educativa holística, em que consiste?

Além do que mencionei, fazemos muito uma aprendizagem interdisciplinar e o Espaço Maker é uma parte fundamental disso. No espaço Maker, as crianças aprendem a pensar em tecnologia, arte, física, educação física. Por exemplo, o nosso instrutor de educação física usou drones para comparar com humanos o tempo de reação ao mudar-se de direção! Ou seja, temos Física, Educação Física e Tecnologia tudo em um único momento.

O Espaço está localizado nos Laboratórios de Ciências e nas Salas de Arte – dando muitas hipóteses de “polinização cruzada” entre as disciplinas.

"O nosso instrutor de educação física usou drones para comparar com humanos o tempo de reação ao mudar-se de direção! Ou seja, temos Física, Educação Física e Tecnologia tudo em um único momento.”

Chitra Stern

Fundadora do grupo Martinhal

Também estar a apostar no Teatro e na Tecnologia como obrigatórios até o 10º ano – dando assim uma boa base para que as crianças sejam experientes em tecnologia, bem como boas em trabalho de equipa, colaboração, comunicação e apresentação.

Como será o verão? O que propõe o summer camp?

Estamos a começar, com várias atividades. Para já, temos cinema para adolescentes, natação, drama e futebol – estes são para todas as idades. No futuro, teremos muito mais ofertas!

O próximo projeto já está pensado? Grupo quer crescer nesta área da educação?

Agora, precisamos que a escola cresça nos próximos anos. Também estamos a focar as nossas energias no resto do United Lisbon Education Hub (www.eduhublisbon.com) para que tenhamos muito mais a fazer nesta área de educação neste centro educacional inovador.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Grupo Martinhal investe no conceito de educação de futuro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião