“O sol do Alentejo é o nosso petróleo do século XXI”, afirma João Grilo, presidente da ADRALpremium

O presidente da Agência de Desenvolvimento do Alentejo (ADRAL), João Grilo, considera que a região vai ser “decisiva para ajudar o país a cumprir as metas de transição energética e descarbonização”.

Em entrevista ao ECO, o presidente da Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL), João Grilo, considera que, "dentro de uma década, o Alqueva vai transformar economicamente o Alentejo e ser decisivo para ajudar o país a a cumprir as metas de transição energética e descarbonização, ou seja, de redução de emissões de uma forma muito consistente". O também presidente da Câmara Municipal de Alandroal acredita que o Alqueva é " uma das âncoras estruturantes para a região", sendo uma reserva estratégica de água para dar resposta a situações de emergência". E de tal forma, garante, que “ temos reservas para resistir a três anos de seca”. O Alqueva colocou, assim, o Alentejo no mapa nacional e internacional com atração de novos investimentos de energia fotovoltaicae que traz por

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos