Aqui, turista não entra. Esta é a corporate art collection da Fundação PLMJ

Pintura, desenho, escultura, fotografia e vídeo. Criação artística nas suas diversas formas que torna uma sociedade de advogados numa galeria de arte.

Este verão o ECO vai guiá-lo por espaços culturais ou patrimoniais com interesse turístico, mas onde o público em geral não entra normalmente. Uma vez por semana, em julho e agosto, venha espreitar o interior de ministérios, empresas ou outras entidades fora dos roteiros turísticos. Veja a galeria de fotos e um breve guia do local na rubrica Aqui, turista não entra.

Pode uma sociedade de advogados ser um espaço de promoção cultural? Pode. É esta uma das motivações da PLMJ e da sua Fundação quando há cerca de duas décadas deram início à coleção de arte contemporânea que, atualmente, conta com um catálogo de 1.300 obras.

Inicialmente, a coleção de arte da Fundação PLMJ incorporava meios de expressão artística como a pintura, o desenho e a escultura, mas cedo alargou o seu raio de ação para a divulgação de núcleos de fotografia e vídeo e também de outras formas de expressão plástica e visual.

Arte nos escritórios

A divulgação de artistas emergentes nacionais é uma das principais missões da Fundação PLMJ e à medida que a sociedade de advogados se internacionalizou na última década, também a Fundação alargou o acompanhamento da criação artística de autores lusófonos da comunidade dos países de língua portuguesa.

Com isto, a corporate art collection da PLMJ vem ganhando reconhecimento nacional e internacional ao longo dos anos, quer pelo valor da coleção em si, quer pelo desenvolvimento de iniciativas de restauro e conservação de obras de arte, parcerias com outras entidades para a promoção artística e até mesmo doação de obras.

A coleção da Fundação é partilhada e usufruída por todos os colaboradores e advogados da PLMJ, e as suas obras encontram-se “espalhadas” pelos espaços comuns, gabinetes e salas dos vários escritórios da sociedade. Na fotogaleria abaixo pode ver a galeria situada no escritório da Av. Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, espaço que a PLMJ ocupa desde 2019.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Aqui, turista não entra. Esta é a corporate art collection da Fundação PLMJ

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião