Bancos centrais: 13 dias que abalaram o mundo (financeiro)premium

Nestes 13 dias, “caiu a ficha” aos bancos centrais, e por arrasto, ao mercado. Com o aumento da inflação, a política monetária vai mesmo ter de ser mais agressiva, e poderá implicar uma recessão.

Quando, em 1917, John Reed escreveu o seu livro sobre a revolução de outubro e o início da União Soviética, por muito ambicioso que o título do livro pudesse parecer, acabou até por pecar por defeito De facto, a revolução soviética mudou o mundo, mas para pior, ao contrário do esperado pelo autor. E o mesmo se pode dizer da política monetária nas últimas semanas. Entre a reunião do BCE de quinta feira dia 9 de Junho e o testemunho de Colin Powell no congresso dos EUA ontem dia 22 de Junho, muito mudou nos bancos centrais e nos mercados. E o tempo das taxas permanentemente perto de zero parece ter ficado mesmo para trás. O mundo mudou. Mas mudou para pior ou para melhor?Gráfico 1 – Taxas de juro de longo prazo ao longo dos últimos 150 anosA conferencia de imprensa de Christine Lagarde

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos