Miopia Eleitoralpremium

Há qualquer coisa que está a correr muito mal à Esquerda. Há qualquer coisa que está a correr estranhamente bem à Direita.

Há qualquer coisa que está a correr muito mal à Esquerda. Há qualquer coisa que está a correr estranhamente bem à Direita. O mais certo é que não seja nem uma nem outra coisa a razão desta súbita incerteza na campanha eleitoral. É que na relação do Orçamento a vontade dos portugueses não é equacionada, apenas a ideia vaga e distante de um País abstracto. Agora o País move-se, observa o circo paroquial, avalia a certidão de sanidade mental dos candidatos e exerce uma intenção de voto. E afinal o Governo provoca a dissolução da Assembleia num gesto de soberba e calculismo político que até agora se tem revelado como uma humilhação para o PS. E afinal a Esquerda submissa quer recuperar a insubmissão e já não sabe o que é ser revolucionário, rebelde, radical e acaba a debitar banalidades

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos