O PCP, a Ucrânia e a Nova Palestinapremium

Na arquitectura universal do PCP não existe a noção nem de bem nem de mal, mas apenas as posições ideológicas que melhor servem os interesses do partido.

A Ucrânia está transformada na Palestina da Europa. Os drones que percorrem os céus cinzentos revelam uma paisagem apocalíptica de destruição, violência, sofrimento, dor, silêncio. Os ucranianos retidos nas zonas ocupadas são tratados como meios ao serviço da logística do exército da Rússia. A estratégia de aniquilação étnica, a supressão de uma identidade e de uma cultura ucranianas são um pormenor ao serviço de uma ideia colonial, ao serviço da última potência na Europa que só se consegue conceber como um Império. A Ucrânia está transformada na Zona percorrida no filme de Tarkovsky. A Europa é invadida pelo medo da Rússia e por um êxodo de refugiados ucranianos, criaturas apátridas expulsas do seu país em função dos desejos de grandeza de Moscovo. Esta Nova Palestina é um Novo

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos