O PRR não está a andarpremium

Os números que constam do relatório oficial de monitorização do PRR levantam sérias dúvidas quanto à execução a atingir até ao final de 2022.

Está previsto que em 2022 Portugal venha a executar 25% do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Trata-se de uma verba de aproximadamente 4.000 milhões de euros. Todavia, a 30 de Junho deste ano, constata-se que apenas tinham sido pagos a beneficiários finais 728 milhões de euros (4,4% do total). Os números constam do relatório oficial de monitorização do PRR e levantam sérias dúvidas quanto à execução a atingir até ao final de 2022. Sabia-se que a capacidade de execução, num período relativamente curto de tempo, seria sempre um desafio. A queda do Governo no final de 2021 também não ajudou. Mas independentemente das atenuantes, o país corre o risco de ficar atrasado na aplicação de fundos que, para todos os efeitos, foram colocados ao dispor dos contribuintes portugueses.

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos