Uma ideia para 2022: Uma política de imigração decentepremium

Uma política de imigração proactiva e decente não pode ter o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras como interlocutor principal dos estrangeiros que nos procuram.

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos