Uma ideia para 2022: desafios e oportunidades para a mobilidade elétricapremium

  • Débora Melo Fernandes
  • 16 Janeiro 2022

A mobilidade elétrica só será uma realidade universal quando carregar o carro na garagem do prédio de casa ou do trabalho se tornar tão banal quanto subir de elevador.

O desafio inicial da mobilidade elétrica – chamado do ovo e da galinha – vai sendo gradualmente ultrapassado um pouco por todo o mundo e também em Portugal: as reticências dos consumidores vão cedendo pouco a pouco perante a redução do preço dos carros elétricos e o aumento da autonomia das baterias e, no reverso da medalha, a infraestrutura de carregamento vai fazendo o seu caminho. Porém, depois daquele desafio inicial, há ainda muito por fazer se queremos chegar a 2050 com a prometida redução de 90% (por comparação com 1990) das emissões de gases com efeito de estufa provenientes dos transportes, responsáveis por cerca de um quarto do total das emissões europeias. A UE aponta a eletrificação dos transportes como uma das principais vias para alcançar a neutralidade carbónica em 2050 e o

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos
  • Débora Melo Fernandes
  • Advogada na Gama Glória