Viagem à Maioria Absolutapremium

É a concretização de um novo ciclo político, com novas regras, novos comportamentos, novas práticas, no admirável mundo da evolução das espécies políticas.

E subitamente uma maioria absoluta instala-se no País. O mais extraordinário é que ninguém a viu aproximar-se. Nas sondagens, a maioria escondia-se na comparação entre líderes, onde o vencedor teve sempre a maioria absoluta. Neste sentido, os portugueses escolheram quem estava para continuar, porque quem vinha não tinha ideia ao centro para onde apontar. Limitava-se a ser o “espaço não socialista”. E daqui derivam todas as incertezas e, na dúvida, os portugueses foram conservadores e elegeram uma maioria absoluta socialista. O comportamento dos portugueses foi o exercício de um voto estratégico para afastar o PSD e de caminho para instalar o PS. Pela sofisticação do comportamento eleitoral inédito, usando as sondagens para calibrar a opção e não para seguir a tendência, esta é a menos

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos