Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas vai estar na Web Summit

  • Juliana Nogueira Santos
  • 9 Outubro 2016

Mogens Lykketoft fará parte da lista de 600 speakers da edição lisboeta do congresso tecnológico.

Depois da confirmação de mais de 500 speakers e da notícia de abertura do primeiro escritório internacional na cidade de Lisboa, o Web Summit acaba de deixar outra marca na história do empreendedorismo com o anuncio da presença de Mogens Lykketoft, presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, na noite de abertura do evento — 7 de Novembro.

Mogens Lykketoft vai estar na MEO Arena dia 7 de novembro.

 

O dinamarquês vai fazer parte de um grupo de líderes mundiais e figuras da diplomacia que vai contar também com Roberto Azevedo, da Organização Mundial do Comércio, e Durão Barroso, que ocupou a posição de Presidente da Comissão Europeia durante dez anos. Esta vai ser a primeira vez que personalidades desta área são incluídas numa Web Summit.

Num artigo de opinião publicado na plataforma de partilha Medium, Paddy Cosgrave. CEO do Web Summit, chama à atenção para a brecha que existe entre a comunidade tecnológica e as consequências sociais das suas inovações, sendo esta uma oportunidade de ouro para se estabelecer esta ligação.

Ao juntar estes dois mundos, tecnologia e política, pela primeira vez numa Web Summit, esperamos despertar conversações melhores e mais significativas sobre os problemas mais urgentes e os assuntos intocáveis do nosso tempo.

Paddy Cosgrove

O evento, que se realiza de 7 a 10 de novembro na MEO Arena, vai trazer a Lisboa mais de 50 mil pessoas de mais de 150 países do mundo. Existem 66 projetos portugueses na lista de startups presentes, que contabiliza 2000 empresas.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas vai estar na Web Summit

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião