Tesla rumo a Espanha. Portugal também está na mira

  • Rita Atalaia
  • 12 Outubro 2016

Uma oferta de emprego no site da Tesla dá uma pista: a empresa deve entrar muito em breve no mercado espanhol e português. E Barcelona deverá ser a sede da companhia norte-americana.

A Tesla deve entrar no mercado espanhol dentro de duas semanas. E Portugal poderá ser o próximo destino. Ofertas de emprego publicadas no site da fabricante de carros elétricos indicam que quer contratar consultores de recursos humanos em Espanha e Portugal. Barcelona deverá ser a sede da empresa de Elon Musk na Península Ibérica.

As notícias estão a ser avançadas pelo Expansion, que diz que a Tesla tem ofertas de trabalho em Madrid e Barcelona. Os perfis procurados estão relacionados com o departamento de vendas e engenharia. Também está à procura de um consultor de recursos humanos para Espanha e Portugal que deverá trabalhar a partir de Barcelona.

A Tesla decidiu fixar-se em Espanha mais de seis anos depois de ter vendido o primeiro carro no país, em 2010. Segundo fontes do Expansion, a empresa não precisaria de, numa fase inicial, ter uma presença forte em Madrid, onde se negoceiam as ajudas à compra dos carros elétricos. Barcelona continua a estar à frente de Madrid em relação ao número de carregadores públicos instalados.

A empresa continua a apostar na sua expansão. No domingo, o CEO da fabricante de automóveis, Elon Musk, disse que vai anunciar um produto que, segundo o próprio, ninguém está à espera. O Business Insider avança com duas hipóteses. Uma delas é o anúncio do hardware Autopiloto 2.0. Outra é o que anúncio feito por Musk seja relativo às opções de armazenamento de energia, o Powerall e o Powerpack.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Tesla rumo a Espanha. Portugal também está na mira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião