Função Pública e pensões: só metade do subsídio de Natal é paga em duodécimos

  • Margarida Peixoto e Cristina Oliveira da Silva
  • 14 Outubro 2016

A outra metade será paga em novembro. Em 2018, voltará o regime antigo e desaparecem os duodécimos.

Os funcionários públicos vão receber, em 2017, metade do subsídio de Natal em duodécimos e a restante metade em novembro, apurou o ECO. Em 2018, desaparecem os duodécimos e o subsídio voltará a ser pago por inteiro em novembro.

A versão preliminar do Orçamento do Estado, a que o ECO teve acesso, indica que o mesmo regime se estende aos pensionistas. Embora no caso dos pensionistas, a metade que é paga de uma só vez ocorra em dezembro.

Atualmente, os funcionários públicos e pensionistas recebem esta prestação de forma diluída, ao longo dos 12 meses do ano. O pagamento faseado começou a ser aplicado em 2013, com o objetivo de suavizar o impacto do “enorme aumento de impostos” que teve lugar nesse ano.

 

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Função Pública e pensões: só metade do subsídio de Natal é paga em duodécimos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião