Governo insiste em apoiar reformas a tempo parcial em troca de contratação

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 14 Outubro 2016

Relatório do Orçamento do Estado volta a defender iniciativa Contrato-Geração.

A medida já foi admitida antes mas nunca saiu do papel. Em 2017, o Governo volta a prever o desenvolvimento do programa Contrato-Geração, que combina apoios a reformas a tempo parcial com incentivos à contratação de jovens.

A iniciativa deverá apoiar empresas que contratem, sobretudo de forma permanente, jovens desempregados e desempregados de longa duração, desde que haja criação líquida de emprego.

A intenção está vertida no relatório do Orçamento do Estado para 2017 mas já constava do relatório anterior e até do programa eleitoral do PS. Mas o anterior Governo também chegou a equacionar uma iniciativa no mesmo sentido.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo insiste em apoiar reformas a tempo parcial em troca de contratação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião