Wall Street descola de mínimos de seis semanas

Bolsas norte-americanas arrancam em terreno positivo com investidores à espera da reunião da Fed.

Depois do “susto” de Wall Street com o FBI de regresso à investigação em torno do caso de e-mails de Hillary Clinton, as bolsas norte-americanas abriram a sessão desta segunda-feira a descolar de mínimos de seis semanas. O índice S&P 500 avançava 0,03% e o tecnológico Nasdaq e o industrial Dow Jones somavam 0,06% e 0,13%, respetivamente.

É com este sentimento positivo que os investidores do outro lado do Atlântico aguardam pela reunião da Reserva Federal norte-americana (Fed), que acontece esta quarta-feira. Os investidores vão querer saber quando é que o banco central americano vai começar a subir os juros.

Os dados dos gastos das famílias mostraram maior consumo nos últimos meses, sinalizando uma recuperação do principal componente do PIB norte-americano, o consumo privado, que representa 70% da maior economia do mundo. Os gastos dos consumidores subiram 0,5% nos três meses até setembro, acima do esperado pelos analistas.

“Os investidores vão tentar digerir as implicações da última reviravolta no teatro das eleições norte-americanas e vão estar focados na reunião de quarta-feira da Fed. Os resultados estão a estabilizar e a animar um pouco as ações”, referiu Ralf Zimmerman, estratego da Bankhaus Lampe, à Bloomberg.

"Os investidores vão tentar digerir as implicações da última reviravolta no teatro das eleições norte-americanas e vão estar focados na reunião de quarta-feira da Fed. Os resultados estão a estabilizar e a animar um pouco as ações.”

Ralf Zimmerman

Estratego da Bankhaus Lampe

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street descola de mínimos de seis semanas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião