As melhores e as piores cidades do mundo para viver

  • Leonor Rodrigues
  • 29 Novembro 2016

Enquanto a Europa se orgulha de ter as cidades com maior qualidade de vida, há outros países que se debatem todos os dias com problemas de insegurança, terrorismo e pobreza. O ECO mostra-lhe quais.

Se é certo que a qualidade de vida é um fator importante para a felicidade, é também verdade que nem todos os países conseguiram ainda reunir as condições mínimas de bem-estar para os seus cidadãos. No Índice da Qualidade de Vida (2016), a Mercer avaliou de forma muito positiva as cidades europeias. Já outros países, como o Iraque, a Nigéria ou o Haiti foram considerados os piores neste aspeto.

As cidades europeias são exemplo no que diz respeito à qualidade de vida. Viena (Áustria), Zurique (Suíça), Auckland (Nova Zelândia), Munique (Alemanha) e Vancouver (Canadá) são as cidades que reúnem as melhores condições para os seus cidadãos. O Luxemburgo também se destaca na lista, sendo a cidade mais segura do mundo, seguindo-se Berna, Helsínquia e Zurique.

viena
Viena, a capital austríaca, é a cidade com melhor qualidade de vida do mundo.

No lado oposto encontram-se cidades como Bagdade (Iraque), Bangui (República Centro-Africana) ou Saná (Iémen), consideradas neste índice como as que oferecem pior qualidade de vida e maior insegurança.

Veja a galeria e saiba quais são as cidades com pior qualidade de vida do mundo.

Para a elaboração desta 18ª edição do índice, a Mercer analisou o ambiente político, social e económico de 450 cidades e 230 países, cuidados de saúde, educação, serviços públicos e de transporte, lazer, bens de consumo e habitação.

Editado por Mónica Silvares

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

As melhores e as piores cidades do mundo para viver

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião