Itália: Paolo Gentiloni convidado a formar Governo

  • Lusa
  • 11 Dezembro 2016

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Itália foi convidado para substituir Renzi na liderança do governo, anunciou hoje a presidência. Novas eleições em fevereiro de 2018.

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Itália, Paolo Gentiloni, foi convidado hoje pelo Presidente italiano, Sergio Mattarella, a formar Governo, sucedendo a Matteo Renzi, anunciou a presidência italiana.

Mattarella “recebeu esta manhã, no Palácio de Quirinale, Paolo Gentiloni, ao qual conferiu o encargo de formar o novo Governo. Gentilone aceitou”, anunciou o secretário-geral da República italiana, Ugo Zampetti.

O novo Governo deverá organizar as próximas eleições, que devem ocorrer em fevereiro de 2018, anunciou a presidência.

Gentiloni, de 62 anos, é visto como um aliado próximo de Renzi, mas agora tem de montar a sua própria equipa e estratégia de governo, que devem ser submetidas a um voto de confiança do Parlamento, provavelmente na próxima quarta-feira.

O Presidente Mattarella havia prometido, no sábado, movimentar-se rapidamente para preencher o vazio criado pela saída de Renzi, dizendo que o país precisa urgentemente de uma nova administração para lidar com uma série de problemas.

O principal deles é uma crise iminente no setor bancário, além dos esforços de socorro em andamento após uma série de terramotos no país entre agosto e outubro.

Os italianos rejeitaram no passado domingo, com 59,95% dos votos, a reforma constitucional proposta pelo primeiro-ministro, Matteo Renzi, que se demitiu na quarta-feira, após a aprovação pelo Parlamento do orçamento do Estado para 2017.

Segundo Renzi, a reforma pretendia modernizar o país, reduzir os custos da política, agilizar o processo legislativo e facilitar a estabilidade.

(Notícia atualizada com mais informação às 16 horas)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Itália: Paolo Gentiloni convidado a formar Governo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião