Parlamento italiano aprova pacote de 20 mil milhões para a banca

Monte dei Paschi, Veneto Banca, Banca Popolare di Vicenza e Banca Carige poderão ser os primeiros bancos a receber ajuda do Governo italiano.

O Governo italiano recebeu luz verde do Parlamento para avançar com o fundo que vai servir para apoiar o sistema bancário do país. A dívida pública italiana vai, assim, aumentar em 20 mil milhões de euros, o montante que irá constituir este fundo e que será usado para resgatar bancos como o Monte dei Paschi e outras instituições também em risco de ficar sem liquidez.

No Parlamento italiano, o ministro das Finanças, Pier Carlo Padoan, explicou, citado pela Bloomberg, que o fundo agora aprovado permitirá avançar com “possíveis medidas para garantir a liquidez dos bancos e possíveis recapitalizações”. Ou seja, o Estado poderá contrair dívida para garantir “um nível adequado de liquidez ao sistema bancário” ou reforçar o capital de um banco através da “subscrição de novas ações”.

As eventuais intervenções nos bancos, acrescentou o ministro, “serão analisadas caso a caso”.

"A prioridade do Governo é salvaguardar os clientes e as margens dos bancos. O impacto sobre os clientes será minimizado ou inexistente.”

Pier Carlo Padoan

Ministro das Finanças italiano

O Monte dei Paschi, que já alertou que pode ficar sem liquidez no curto prazo e que está a negociar em mínimos de 1999, poderá ser um dos primeiros “casos”. O banco tem a decorrer um aumento de capital, através do qual espera angariar cinco mil milhões de euros, mas a adesão a esta operação está a ser fraca.

Mas há outros bancos na calha: o Veneto Banca, o Banca Popolare di Vicenza e o Banca Carige são outros que poderão precisar de ajuda, refere à Bloomberg fonte ligada ao processo.

Sejam quais forem os bancos a ser intervencionados, a prioridade do Governo italiano será “salvaguardar os clientes e as margens dos bancos“, sublinhou Padoan. O impacto sobre os clientes será “minimizado ou inexistente”, garantiu.

Na agenda está também uma possível reunião na sexta-feira, caso o aumento de capital do Monte dei Paschi falhe em captar os cinco milhões de euros pretendidos. Fonte oficial do Governo italiano diz que o executivo do primeiro-ministro está já a estudar uma “recapitalização cautelar“, que poderá reduzir as perdas para os acionistas do banco.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Parlamento italiano aprova pacote de 20 mil milhões para a banca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião